Agricultura


RS recebe chancela de Estado Livre de Aftosa sem Vacinação nesta quinta

Exportações de carne gaúcha podem crescer 1,2 bilhão de dólares por ano
26/05/2021 Portal Adesso - Foto: Agrolink

     O Rio Grande do Sul (RS) recebe nesta quinta-feira (27), durante a 88ª Sessão Geral da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), o selo de Estado Livre de Aftosa sem vacinação. O novo status sanitário permitirá acesso a 70% dos mercados que hoje permanecem fechados para a carne gaúcha. A estimativa, com isso, é de que as exportações possam crescer mais de 1,2 bilhão de dólares por ano. 

     Deputado federal e ex-secretário de Agricultura do RS responsável por liderar o projeto, Covatti Filho (PP) explica que o mercado aquecido resultará em um incremento, em longo prazo, de até 30% no preço pago ao produtor. Os ganhos, segundo ele, se estendem a toda a cadeia produtiva da carne. 

     “Recentemente, o Grupo JBS definiu investimento de R$ 1,7 bilhão na expansão de sete frigoríficos no Estado. A escolha do Rio Grande do Sul se deu pela mão de obra qualificada que temos, mas também em razão dessa perspectiva de abertura de novos mercados. Quando o campo vai bem, há um segmento da indústria que se beneficia, gerando empregos e fazendo com que mais dinheiro circule na economia dos municípios gaúchos”, explica o deputado. 

     Covatti Filho destaca que o novo status sanitário só foi conquistado devido a dedicação dos pecuaristas gaúchos e o investimento do Governo do Estado em ações de defesa sanitária. 

     “Nos dois anos em que estive à frente da pasta e com apoio do governador Eduardo Leite, aplicamos R$ 10 milhões para qualificar a inspeção e estruturar um programa capaz de manter esse status daqui para frente”, explica Covatti Filho. 

     Uma das ações foi a aquisição de 93 veículos para renovar a frota das inspetorias de defesa agropecuária. Destas, 31 viaturas foram entregues neste mês — outras 62 já haviam sido compradas e entregues. 

     “Esses novos veículos permitirão a fiscalização e a manutenção desse status sanitário, que coloca a pecuária gaúcha em outro patamar. A certificação da OIE foi um trabalho que envolveu todo o setor. Para mantê-lo, é necessário que essas políticas públicas tenham continuidade, e é isso que estamos fazendo”, aponta a atual secretária de Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural, Silvana Covatti.  

Assembleia será online

     A assembleia que irá oficializar o novo status sanitário do Estado começa às 7h e será transmitida online. O deputado federal Covatti Filho e a secretária de Agricultura Silvana Covatti acompanharão a certificação junto à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, em Brasília.


MAIS NOTÍCIAS