Saúde


Tacchini atinge novo recorde de atendimentos na semana

Capacidade da UTI para pacientes críticos está acima dos 130%
09/06/2021 Portal Adesso - Foto: Divulgação/Hospital Tacchini

     A estrutura Fast Track do Hospital Tacchini, de Bento Gonçalves, atingiu um novo recorde histórico de atendimentos a pacientes com sintomas respiratórios na última segunda-feira (07). Ao todo, foram 114 casos, superando os 105 registrados na última quarta-feira (02). 

     Em função do crescimento do número de atendimentos realizados na estrutura, que desde o início da pandemia realiza a triagem de pacientes com sintomas respiratórios, o tempo de espera para quem busca a assistência está maior em comparação às últimas semanas. Apesar dos esforços da equipe multiprofissional que realiza o atendimento à população, a estrutura do serviço está operando no seu limite. O Tacchini conta com a compreensão de toda a comunidade neste momento.

     A média de atendimentos na primeira semana de junho foi de 71 por dia, muito acima do registrado nos últimos 2 meses, por exemplo. Em abril, o número médio de atendimentos diários foi de 25. Em maio, a quantidade dobrou, chegando a 50. 

Mais atendimentos em 2021

     Outro dado que deve ser levado em conta é que em pouco mais de 5 meses de 2021, o número de atendimentos na estrutura Fast Track já superou o registrado no último ano. Do dia em que iniciou as operações, 21 de abril de 2020, até o último dia do ano, a equipe multiprofissional atendeu 5.368 pacientes, média de 21 atendimentos diários. De 1º de janeiro de 2021 até 7 de junho, foram registrados 6.270 casos, com média de 40,4 atendimentos diários. 

Internações

     Um dos reflexos da alta na quantidade de pessoas procurando a estrutura com sintomas respiratórios está na superlotação da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Tacchini. Atualmente, estão sendo atendidos 62 pacientes críticos, o que corresponde a 137,7% da capacidade do hospital. Destes, 54 possuem exame positivo para Covid-19. 

     Em leitos de internação, a ocupação também está próxima do máximo. São 39 dos 41 leitos ocupados, totalizando 95,1% da capacidade.


MAIS NOTÍCIAS