Coronavírus


Região da Serra permanece em Alerta no novo sistema do Governo

Garibaldi, Carlos Barbosa e Bento Gonçalves recebem novos relatórios devido ao agravamento da pandemia
09/06/2021 Portal Adesso - Foto: Divulgação

     Em reunião realizada nesta quarta-feira (09), o Gabinete de Crise manteve os Alertas para às regiões de Cachoeira do Sul, Caxias do Sul, Cruz Alta, Erechim, Ijuí, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Pelotas, Santa Cruz do Sul, Santa Maria, Santa Rosa, Santo Ângelo e Uruguaiana.

     Além disso, o gabinete acatou a recomendação do GT Saúde e emitiu um novo Alerta para a região Covid de Bagé. Por fim, o GT também emitiu um Aviso às regiões de Canoas, Guaíba, Lajeado, Novo Hamburgo e Porto Alegre.

     A região de Bagé terá 48 horas, após a notificação por parte do Estado, para apresentar um plano de Ação. A partir do envio, as medidas podem ser adotadas imediatamente, sem necessidade de esperar um aval. As equipes do governo farão uma avaliação do plano remetido e, caso necessário, entrarão em contato com a região para sugerir novas ações.

     As 13 regiões mantidas em Alerta também receberam novos relatórios, em função do agravamento da situação nos respectivos municípios. Todos os documentos estarão disponíveis no site do Sistema 3As e detalham os indicadores das regiões e macrorregiões que tiveram piora.

     Desta vez, as regiões de Capão da Canoa e de Taquara, que já haviam recebido Avisos dentro do Sistema 3As de Monitoramento, não foram notificadas. Os dados de casos, óbitos e internações, entre outros, são monitorados diariamente pelas equipes técnicas do governo. Por isso, com base nesse acompanhamento, na última semana, as duas regiões apresentaram melhora do cenário.

     A partir de relatos do GT Saúde e do GT Protocolos, o governo do Estado convocará, nos próximos dias, reuniões com os prefeitos das regiões Covid de Cachoeira do Sul, Ijuí, Passo Fundo e Santa Rosa para reforçar a necessidade de medidas adicionais diante da situação crítica da Covid-19 nesses locais, uma vez que as ações adotadas até o momento não foram suficientes para frear a circulação do vírus, havendo inclusive agravamento em algumas regiões. As reuniões serão coordenadas pelos secretários Luiz Carlos Busato (Articulação e Apoio aos Municípios) e Arita Bergmann (Saúde).


MAIS NOTÍCIAS