Educação


Projeto de Reabilitação Pedagógica é lançado em Garibaldi

143 alunos de escolas municipais receberão a reabilitação no turno inverso
18/08/2021 Portal Adesso - Foto: Divulgação/Arquivo

     A prefeitura de Garibaldi, juntamente com a Secretaria Municipal de Educação, pensando em uma maneira de auxiliar os alunos, está lançando um projeto de Reabilitação Pedagógica gratuita nas escolas da rede municipal de ensino. O projeto será feito em parceria com a Universidade do Vale do Taquari (Univates) e busca recuperar o ensino perdido pelos alunos no período em que as escolas estiveram fechadas, por conta da pandemia de Covid-19.

     A reabilitação irá auxiliar 143 alunos de 6 a 10 anos, do 1º ao 4º ano do ensino fundamental, com atendimento de setembro a dezembro, no turno inverso da escola. Serão realizadas duas aulas de reforço por semana, na Escola Santo Antônio. Cada encontro terá a duração de 1h45min, com foco nas carências específicas de cada criança. O modelo adotado será o do projeto Alfabeletrando, braço do Alfabeletrar, criado pela Univates. Serão atividades didático-pedagógicas ministradas com experiências lúdicas, que promovem a plena alfabetização e o letramento.

Próximos passos

     A parceria pode ser ampliada, futuramente, para o ensino fundamental. O foco é qualificar cada vez mais o processo educacional da rede, elevando os índices do Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB). 

Seleção para professores e monitores

     A Univates seleciona a partir desta sexta-feira (20), das 10 às 16h, por ordem de chegada, professores e monitores para atuarem no projeto de Reabilitação Pedagógica. Os requisitos são:

     - Formação em Pedagogia ou Letras;

     - Experiência nos anos iniciais;

     - Não ter vínculo empregatício com a prefeitura do município;

     - Ter disponibilidade de tempo para realizar a formação e ministrar as aulas.

 Requisitos para monitores (16 horas semanais)

     - Acadêmicos de licenciatura com matrícula ativa;

     - Alunos do Curso Normal com matrícula ativa;

     - Não ter vínculo empregatício com a prefeitura do município;

     - Residir no ou próximo do município;

     - Ter disponibilidade de tempo para realizar a formação e acompanhar as aulas;

     No dia da seleção é necessário apresentar os comprovantes dos requisitos para ambas as funções.


MAIS NOTÍCIAS