Geral


Cidades gaúchas podem ter chuva de um mês em 24 horas

27/05/2015 Rádio Guaiba / MetSul Meteorologia

     A MetSul adverte para um dia crítico de instabilidade, nesta quarta-feira (26), com condições atmosféricas adversas em parte do Rio Grande do Sul. As regiões mais afetadas devem ser Centro, Norte e Leste do Rio Grande do Sul, com chuva forte a torrencial em muitas cidades.

     Os acumulados em vários pontos podem superar a média do mês todo em 24 horas, o que deve causar transtornos e alagamento. O vento vai soprar forte com rajadas intensas por vezes em algumas cidades, o que pode gerar falta de energia elétrica. A temperatura pouco varia e se mantém amena.

     As mínimas ficarão em torno de 10°C no Chuí e 11°C em São José dos Ausentes. As máximas podem chegar a 21°C em Uruguaiana. Em Porto Alegre, os termômetros marcarão entre 15°C e 19°C.

     O auge das precipitações significativas ocorre justamente entre quarta e quinta-feira, afetando principalmente os vales, Grande Porto Alegre, Capital, Serra e Litoral Norte. O Sul e o Leste catarinense igualmente terão chuva extrema.

     Estão mantidas as projeções para essas áreas de 100 a 200 mm, e localmente superiores. No litoral Norte e no Sul catarinense, vento forte de Leste carregado de umidade ao encontrar a Serra pode gerar volumes excepcionalmente altos (chuva orográfica). Estão mantidos os alertas de alagamentos, inundações, subida de rios e arroios, quedas de barreiras e de risco de deslizamento.

     A MetSul reitera ainda o aviso de rajadas de vento fortes a intensas, em média de 60 a 80 km/h com marcas superiores localmente, sobretudo na Metade Leste, com risco de quedas de árvores, postes e cortes de luz. No fim de semana o tempo deve firmar com ar frio e seco de origem polar.

 

MAIS NOTÍCIAS