Polícia


Delegado fala sobre prisão de suspeito no assassinato de jovem em Carlos Barbosa

Indivíduo, de 24 anos, foi preso na noite desta segunda, em Bento Gonçalves
31/08/2021 Portal Adesso - Foto: Reprodução/ADESSO TV

     Marcelo Ferrugem, delegado titular da Polícia Civil (PC) de Carlos Barbosa, comentou sobre a prisão realizada na noite desta segunda-feira (30) de um suspeito no assassinato do jovem Muriel Nascimento da Silva, de 17 anos, em participação no programa Prato Limpo desta terça (31), no ADESSO TV. O crime ocorreu no dia 02 de julho, em uma lavagem na rua Nova Prata, bairro Vila Nova.

     A prisão de um dos suspeitos, um homem de 24 anos, foi realizada pela Força Tática do 3º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (BPAT) da Brigada Militar (BM) de Bento Gonçalves, por volta das 19h, na rua Giacomo Bacin, bairro Aparecida, após mandado de prisão expedido pela Comarca de Carlos Barbosa. “Essa prisão ocorreu após o mandado de prisão ser expedido pela comarca aqui do município e também após a conclusão do inquérito policial que apurou os responsáveis pelo assassinato do jovem Muriel”, comentou Ferrugem.

     Sobre a conclusão das investigações, o delegado comentou que o processo foi muito rápido e elogiou o trabalho da equipe de investigação da delegacia de polícia do município. “Quero salientar o trabalho da equipe de investigação, pois em menos de um mês conseguimos concluir dois inquéritos sobre os homicídios ocorridos em julho. Com isso, eles resultaram no indiciamento de nove indivíduos, sendo que dois deles foram indiciados nos dois crimes, sendo um como mandante e um como principal executor”, afirmou.

     O outro crime citado por Ferrugem é de um assassinato a tiros ocorrido no dia 03 de julho, em um apartamento na rua Madre Paulina, bairro Triângulo. Na ocasião, Rodrigo Alessandro dos Santos, de 44 anos, foi morto por indivíduos armados dentro de sua residência. A PC tratou a autoria do crime como acerto de contas relacionado ao tráfico de drogas. 

     Sobre a motivação do assassinato ocorrido na lavagem, o delegado comentou que se tratou de vingança de um dos indivíduos que estava na lavagem, mas que, no momento do crime, conseguiu fugir. “Se trata de vingança com um dos indivíduos que estava na lavagem, morador de Garibaldi, que é desafeto dos líderes dessa facção e do mandante do crime”, falou Ferrugem.

     Para acompanhar a entrevista completa com Marcelo Ferrugem, delegado titular da DP de Carlos Barbosa, acesse o link: //www.facebook.com/PortalAdesso/videos/530576431539027


MAIS NOTÍCIAS