Educação


Escola de Bento tem aulas suspensas devido à falta de profissionais de limpeza

Instituição conta com 1.128 alunos matriculados em 39 turmas
01/09/2021 Portal Adesso - Foto: Arquivo

     A Escola Estadual Mestre Santa Bárbara, de Bento Gonçalves, está com as aulas presenciais suspensas desde a última terça-feira (31), devido à falta de profissionais de limpeza. A atuação destes profissionais é fundamental para que a higienização dos ambientes seja realizada de forma adequada, afim de garantir a segurança dos alunos contra o contágio do vírus da Covid-19.

     A direção da escola informou via redes sociais que teve de paralisar suas atividades presenciais devido a não renovação de contrato com uma empresa terceirizada para a higienização e limpeza. Ainda conforme a direção, a 16ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) e a Secretaria Estadual de Educação (SEDUC) já estão tomando as devidas providências para que seja suprida esta necessidade e retornarmos ao normal. A instituição conta com 1.128 alunos matriculados em 39 turmas. Diante desse número, a escola tem direito a contar com cinco funcionários de limpeza. 

     Uma nota de esclarecimento também foi divulgada, afim de explicar a paralização das atividades: 

     “A direção da Escola Estadual Mestre Santa Bárbara, vem a público manifestar sua indignação sobre alguns comentários maldosos em relação à suspensão das aulas. Informamos ainda que a mantenedora determina que a escola deve seguir todos os protocolos de higiene e segurança para a saúde de toda a comunidade escolar, portanto cientes de nossa responsabilidade como gestores tivemos que tomar esta atitude a qual também não nos agrada, mas infelizmente não tivemos outra saída, pois estávamos trabalhando com o número defasado de funcionários.

     Salientamos que os professores continuam desempenhando seu trabalho de forma remota, a secretaria e direção continua atendendo de forma presencial aos que necessitam de informações e ou documentação.

     Informamos também que a direção da escola em momento algum se omitiu de suas responsabilidades, inclusive, por questão de saúde pública e principalmente por estarmos em uma pandemia, informou a 16ª CRE sobre sua necessidade de funcionários.

     Lembrando também que a higienização das salas de aula ocorre antes dos alunos entrarem, quando vão para o lanche e quando termina o turno.

     Queremos também demonstrar toda a nossa admiração e apreço aos nossos professores, os MESTRES DO MESTRE, por sua competência, seu trabalho, sua busca por conhecimento. Não deixem que comentários maldosos diminuam sua importância. Vocês nos orgulham e fazem com que a nossa escola tenha uma posição de destaque no Município.

     Aos nossos alunos; sabemos o quão difícil está para vocês se adaptarem a esta nova realidade, mas esperamos que tudo se normalize o mais breve possível”.


MAIS NOTÍCIAS