Trânsito


Sinaleiras seguem sem funcionar em Garibaldi

Equipamentos estão desde a última terça com defeito. Secretário Sacristão afirmou que situação será resolvida ainda hoje
30/09/2021 Portal Adesso - Fotos: Henrique da Fonseca/Portal Adesso
Anterior Próximo

     As sinaleiras da avenida Independência com a rua Jacob Ely, no centro de Garibaldi, estão sem funcionar desde a tarde da última terça-feira (21). Por conta de um curto na fiação elétrica, os equipamentos apresentaram defeito e, desde então, o conserto dos mesmos não foi realizado. Mas, conforme o Secretário de Segurança e Mobilidade Urbana, Robson Ferreira dos Passos, a situação deverá ser resolvida até a tarde desta quinta-feira (30).

     Nossa equipe havia conversado com o Secretário ainda na terça, onde o mesmo afirmou que o conserto dos equipamentos é de responsabilidade da empresa que instalou os semáforos e que a situação seria resolvida ainda na quarta. Sem solução para o problema, a reportagem voltou a conversar com Sacristão, que reafirmou que a questão está sendo resolvida, mas houve demora, pois, as equipes responsáveis pela manutenção estavam resolvendo problemas em outros municípios. “Entramos em contato com a empresa e o conserto seria realizado na quarta, mas acabou que os técnicos estavam resolvendo outras questões e não conseguiram se deslocar para cá. Hoje pela tarde eles estarão aqui e a situação será resolvida”, comentou o Secretário.

     Sacristão falou também que o município irá realizar manutenção preventiva nos semáforos e serão realizados cursos de capacitação para os profissionais da prefeitura, para maior agilidade no conserto destes equipamentos. “Nossa intenção é ter essa manutenção preventiva e estamos vendo essa situação. Vamos promover também cursos com os técnicos dessa empresa, para que nossos profissionais estejam capacitados e consigam resolver esses problemas, sem termos que ficar esperando todo esse tempo”, destacou.

     As duas avenidas as quais estão localizadas as sinaleiras são de grande movimentação de motoristas e, sem o devido funcionamento dos equipamentos, o controle do trânsito acaba sendo afetado. 


MAIS NOTÍCIAS