Saúde


Tacchini oferece touca que evita queda de cabelos durante tratamento de câncer

Aparelho diminui o fluxo sanguíneo nos folículos capilares e reduz a absorção dos medicamentos na região
17/11/2021 Portal Adesso - Foto: Divulgação/Alexandre Brusa

     Nas últimas semanas, o Instituto do Câncer do Hospital Tacchini, de Bento Gonçalves, passou a oferecer uma nova tecnologia que ajuda a impedir a queda de cabelos de pacientes em tratamento quimioterápico. A touca de resfriamento ou crioterapia capilar diminui o fluxo sanguíneo nos folículos capilares e reduz a absorção dos medicamentos na região, evitando a perda de fios. 

     O aparelho precisa ser conectado à pessoa cerca de 30 minutos antes do início da quimioterapia e só é retirado 90 minutos depois do término da sessão. A taxa de sucesso varia entre 60% a 100%, de acordo com a intensidade do tratamento.

Touca não é indicada para qualquer tipo de câncer

     Apesar de não possuir efeitos colaterais conhecidos, o aparelho não é indicado para cânceres hematológicos, ou seja, que afetem a corrente sanguínea, como linfomas e leucemias. Isso porque a touca funciona exatamente a partir da contração dos vasos sanguíneos e poderia diminuir a efetividade do tratamento contra a doença. 

Serviço é oferecido a pacientes particulares e conveniados

     Como a legislação impede que seja gerada qualquer cobrança a pacientes em tratamento pelo sistema único, o hospital não pode oferecer a eles a nova tecnologia aos pacientes do SUS. Por isso, até o momento a utilização da touca é oferecida para pacientes particulares ou conveniados.  

Cuidados em casa

     Para que o tratamento com a touca possua ainda mais efetividade, recomenda-se que o paciente fique de quatro a cinco dias sem lavar os cabelos e evite escová-lo demais. Os shampoos a seco são uma boa opção nesse caso. Também não é recomendada a utilização de secador ou chapinha. Além disso, nenhum tipo de química, como as progressivas, é permitida.


MAIS NOTÍCIAS