Política


Políticos de Bento Gonçalves aumentam seus próprios salários

Prefeito, vice, secretários, vereadores e servidores vão receber reajuste de 13,6%. Prefeito passará a receber mais de R$ 22 mil
29/12/2021 Portal Adesso

     Na última quinta-feira (23), a Câmara Municipal de Vereadores de Bento Gonçalves, aprovou com 13 votos favoráveis e 2 contrários, um aumento de 13,6% aos servidores, dentre eles, o prefeito Diogo Siqueira (PSDB), o vice-prefeito Amarildo Lucatelli (PP), secretários municipais, Cargos em comissão (CCs) e servidores municipais.

     O projeto de lei que prevê aumento de salário foi de autoria do Executivo baseado em cálculo no acumulado do IPCA, de abril de 2020 até novembro de 2021. Apenas dois vereadores foram contrários a este aumento, Agostinho Petroli (MDB) e Rafael Fantin, o Dentinho (PSD). O vereador Paulo Roberto Cavalli, o Paco (PTB), estava de atestado e não votou.

     Com este reajuste, o salário do prefeito Diogo Siqueira (PSDB) passa de R$ 19.720,86 para R$ 22.402,89, e o do vice Amarildo Lucatelli (PP) de R$ 13.004,05 para 14.772,60. Já os secretários municipais vão aumentar de R$ 9.288,61 para 10.551,86, os subsecretários de R$ 5.274,48 para R$ 5.991,80.

     O presidente da Câmara de Vereadores, Rafael Pasqualotto (PP), passa dos atuais R$ 13.346,34 para R$ 15.161,44, e dos demais parlamentares vão aumentar de R$ 9.288,61 para R$ 10.551,86.

     O aumento já será recebido na folha de pagamento de janeiro. A última vez que os servidores municipais tiveram reajuste salarial foi em abril de 2020, após passou a vigorar a lei federal, que proibiu o aumento de despesas com servidores, devido à pandemia da covid-19. Já o último aumento de salário dos CCs aconteceu em dezembro de 2016.



MAIS NOTÍCIAS