Turismo e Gastronomia


Prefeitura de Bento vai reconstruir Chafariz do Vinho

29/06/2015 Imprensa Prefeitura de Bento Gonçalves

     Um dos mais famosos símbolos da Capital Brasileira do Vinho, imagem que figura na memória de milhares de moradores e turistas, como também nas páginas que abordam o turismo em Bento Gonçalves, a La Fontana, popularmente conhecida como Chafariz do Vinho, voltará a funcionar no centro da cidade. O monumento será reinstalado pela prefeitura, em uma ação que contempla também a revitalização de outros pontos da Via Del Vino. As obras devem iniciar dentro de 30 dias.

     A La Fontana, instalada em 1990, tornou-se cartão postal do município por jorrar água na cor de vinho. Em 2012, por uma decisão da antiga administração, o equipamento foi substituído por uma nova fonte, com águas dançantes e efeitos de som e luz. No entanto, o novo chafariz apresenta constantes e crônicos problemas como entupimento dos esguichos de água, queima das lâmpadas, superaquecimento dos motores, entre outros.

     "Estamos resgatando mais um símbolo de nossa história. Há um sentimento de perda de identidade por parte dos moradores desde que o chafariz do vinho foi substituído", explica o prefeito Guilherme Pasin. Ele antecipa que, além de reinstalar a La Fontana a prefeitura irá "humanizar ainda mais os espaços de convivência e lazer na via Del Vino com uma nova proposta para a Casa do Vinho e do Artesanato". Segundo o prefeito, a intenção é manter as mesinhas de café, oferecer um palco móvel para a realização de eventos, e possivelmente, um novo Centro de Atendimento ao Turista (CAT), já que, atualmente, o serviço é oferecido junto ao prédio da prefeitura.

     O prefeito também garante que o atual chafariz não será desativado. "Não é correto com contribuinte, é impensável, para quem paga seus impostos em dia admitir a destruição ou desativação de uma obra que, mesmo não funcionando a pleno, recebeu consideráveis investimentos de recursos públicos", disse. As obras de reinstalação da La Fontana serão realizadas por equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, coordenadas pelo secretário adjunto, Amarildo Lucatelli, e pelo secretário de Turismo, Gilberto Durante. O chafariz do vinho ficará a cerca de 30 metros do local onde, originalmente, estava instalado, mantendo também as mesmas características de quando foi construído.

     De acordo com Pasin, as obras fazem parte de um conjunto de ações estratégicas para o fortalecimento do turismo na área central do município. "São diversos os pedidos para que o chafariz do vinho volte a funcionar no centro. Queremos ampliar os atrativos turísticos no local, beneficiando também os moradores", destaca.



História

     O famoso chafariz de vinho foi por muitos anos uma das referências turísticas da cidade de Bento Gonçalves. A La Fontana foi construída em 1990 em frente ao Palácio Municipal, onde funciona a prefeitura. A construção da fonte foi feita com retalhos de pedras, imitando as taipas construídas pelos imigrantes italianos que colonizaram a região. As taipas eram muros formados por empilhamento das pedras encontradas nas terras ocupadas pelos colonizadores. A ideia do chafariz do vinho é citada até mesmo em um poema de Maria Borges Frota em 1967.

     Anos mais tarde, o poema ganhou melodia e se tornou o hino da capital brasileira do vinho, sem a poetisa, no entanto imaginar, que 23 anos mais tarde o vinho viria a jorrar de fato em cascatas reais nas ruas de Bento Gonçalves. "Bento Gonçalves querida, bordada de parreirais, onde o vinho borbulhante, jorra, jorra em cascatas reais". A rua em frente ao chafariz é a popular "Via del Vino", uma referência a presença da Casa do Vinho a ao chafariz. Atualmente, essa rua é o coração comercial da cidade.

 

MAIS NOTÍCIAS