País


Situação de emergência em 26 cidades gaúchas é reconhecida pelo governo federal

22/07/2015 Correio do Povo - Foto: Cristiano Soares

     Em publicação do Diário Oficial da União desta quarta-feira, o Ministério da Integração Nacional reconheceu a situação de emergência, em razão das chuvas, em 26 cidades do Rio Grande do Sul. A lista inclui municípios de todas as regiões gaúchas, alguns com estragos registrados há mais de uma semana. São eles: Alvorada, Bagé, Barra do Guarita, Barra do Quaraí, Cachoeira do Sul, Cachoeirinha, Cerro Grande, Esperança do Sul, Esteio, Frederico Westphalen, Gravataí, Hulha Negra, Iraí, Itaqui, Montenegro, Parobé, Pinheirinho do Vale, Portão, Porto Mauá, Porto Vera Cruz, Porto Xavier, Rolante, São Borja, São Jerônimo, São Sebastião do Caí, Uruguaiana.

     O procedimento sumário, que acelera trâmites burocráticos, era aguardado para que recursos do governo federal passem a chegar mais rápido aos municípios. Até agora, houve apenas envio emergencial de kits de ajuda humanitária — contendo água, alimentos e itens de higiene — às cidades mais castigadas. No total, conforme o balanço mais recente da Defesa Civil do Estado, 64 cidades são afetadas e mais de 51 mil moradores precisaram deixar suas casas nos últimos dez dias. Desses, 2,7 mil permanecem em abrigos públicos por não terem para onde ir.

     O secretário nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério da Integração Nacional, general Adriano Pereira, vem a Porto Alegre nesta quarta-feira para encontro com representantes do gabinete de emergência do governo estadual. À tarde, ele deve sobrevoar a Região Metropolitana e, em seguida, a região central do Estado. Amanhã, o roteiro inclui as regiões Norte e Nordeste do Rio Grande do Sul.

 

MAIS NOTÍCIAS