Geral


Protestos intensos e Policiais Militares “aquartelados” em cidades da região

02/09/2015 Portal Adesso - Fotos: Divulgação
Anterior Próximo

     A onda de protestos que tomou conta do Rio Grande do Sul devido ao não pagamento integral dos servidores do Estado tem gerado muitos protestos na região da serra. Familiares de policiais militares, professores, fiscais agropecuários além de outras categorias estão em greve. Não há previsão de quando a situação volte à normalidade.

     Em Nova Prata, agentes da Polícia Civil, agentes penitenciários e familiares de servidores públicos, protestaram em frente ao quartel da BM no centro da cidade. Os manifestantes empunhavam cartazes contra a decisão do governador Sartori e declaração do deputado Álvaro Boessio que chamou os servidores de ‘VADIO”.

     Em Farroupilha, no início da tarde desta quarta-feira (02), familiares de soldados protestaram em frente ao Corpo de Bombeiros. Cerca de 10 pessoas, a maioria mulheres e filhos dos funcionários barraram a entrada e saída no batalhão.

     Já em Garibaldi, familiares de brigadianos e servidores da Polícia Civil colocaram cones e cavaletes em frente ao pelotão da BM. A saída de viaturas foi impedida e o patrulhamento da cidade ficou prejudicado.

     Carlos Barbosa também aderiu ao protesto e além dos servidores da segurança, professores da rede estadual juntaram-se ao ato que teve grande participação. 

 

MAIS NOTÍCIAS