Polícia


Mulher é mantida refém por mais de 10 horas em residência de Bento Gonçalves

24/02/2016 Portal Adesso - Foto: Rádio Difusora

     Brigada Militar auxiliou nas negociações e cárcere privado terminou por volta das 20h desta terça-feira (23), no bairro São Roque.

     Tudo começou por volta das 10h da manhã, quando um indivíduo de 33 anos com uma faca passou a fazer de refém sua companheira, de 62 anos, em uma casa localizada na Rua Arlindo Franklin Barbosa, próximo a faculdade Cenecista de Bento Gonçalves. A vítima, saiu de casa e pediu socorro aos moradores do piso superior, mas o ex-companheiro a perseguiu.

     Acionada, a Brigada Militar se deslocou até o local, junto na ocorrência também estavam equipes do SAMU, Polícia Civil e Departamento Municipal de Transito (DMT).  A mãe do homem que estava na casa passou mal e foi socorrida.

     Depois de algumas horas foi chamado o GATE - Grupo de Ações Táticas e Especiais - de Porto Alegre na tentativa de finalizar o caso. O homem teria pedido cigarros e até uma arma para tirar a própria vida.

     Foram diversas tentativas de negociação e ele ameaçava cortar a mangueira do gás, além de arremessar objetos na polícia. Foi quando o GATE invadiu a casa e disparou balas antimotim contra o indivíduo. Segundo a BM, Davi Abel de Brito, de 33 anos, estava foragido desde fevereiro do ano passado do sistema prisional. Ele também tem passagens na polícia por vários crimes, incluindo homicídio.

     A mulher foi socorrida pelo Samu ferida sem gravidade e encaminhada ao Hospital Tacchini por volta das 20h. 

 

 

MAIS NOTÍCIAS