Política


Presidente da Câmara de Bento abre processo contra o PDT

24/02/2016 Portal Adesso - Foto: Arquivo Revista Agora

     Vereador Valdecir Rubbo (PDT), quer que a direção municipal do partido preste contas e apresente dados de atas e reuniões.

     A novela envolvendo o vereador e presidente da Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves Valdecir Rubbo e a executiva municipal do Partido Democrático Trabalhista – PDT ganha um novo capítulo.

     Após a executiva pedir a cassação dos vereadores Rubbo e Clemente Mieznokowsk no ano passado argumentando que ambos teriam sidos infiéis com a ideologia do partido, pois os parlamentares teriam incentivado seus assessores a desfiliarem-se do PDT, convidado outros membros a migrar para outro partido, agora foi a vez do presidente do legislativo criticar o líder da sigla, Evandro Speranza e revelar que iniciou processo jurídico contra o PDT de Bento.

     Em seu pronunciamento durante a sessão legislativa desta segunda-feira (22), Rubbo afirmou que  sempre prezou pelo diálogo para elucidar o problema com a liderança, entretanto, durante o periodo em que a situação se arrastou, não houve retorno ou demonstração de interesse no esclarecimento dos fatos pela outra parte.

     O vereador cobrou um posicionamento sobre os motivos que levaram ao pedido de exclusão, a liberação de atas de reuniões realizadas no ano passado e a prestação de conta de finanças partidárias. “A democracia em nosso partido está presente só na sigla, não é aplicada na prática”, falou Rubbo

     O presidente do partido, Evandro Speranza, afirmou que está em posse do pedido judicial deferido por Rubbo, entretanto, prefere não comentar a situação. Ele disse ainda que após tomar conhecimento dos fatos a sigla irá emitir nota oficial.

     Rubbo é vereador desde 1997 e preside a Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves desde 2009.

 

MAIS NOTÍCIAS