Política


Troca-troca na Câmara de Bento deixa PTB com a maior bancada legislativa

07/03/2016 Portal Adesso - Fotos: Rádio Difusora 890
Anterior Próximo

     Desta vez, quatro parlamentares deixaram outras siglas. Dois saíram do PDT e dois do PT. Todos integraram o PTB que já possuía um vereador.

     A cidade na região onde mais políticos trocaram de partido é Bento Gonçalves. Dias atrás, os dois vereadores do PMDB deixaram o partido e migraram para o PSDB, aumentando a bancada tucana que até então possuía um único vereador. No último sábado (04), foi a vez de mais políticos mudarem de lado e dar uma reviravolta no cenário eleitoral de Terra do Vinho.

     O presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Valdecir Rubbo (Foto Discursando) que andava descontente e havia se envolvido em polêmica com o presidente do PDT deixou a sigla e junto com o colega vereador Clemente Mieznikowski, deixaram o partido. Além deles, os vereadores Paulo Roberto Cavalli (Paco) e Valdemir Antônio Marini, ambos do PT também resolveram mudar de lado e todos assinaram filiação com o Partido Trabalhista Brasileiro – PTB.

     A partir de agora, o PDT fica apenas com um representante no legislativo de Bento e o PT que era a maior bancada fica com dois.  Já o PTB que possuía uma cadeira com o vereador Leopoldo Benatti (Raquete), passa a ter cinco parlamentares e torna-se a maior bancada.

     Com a presença do presidente de honra Sergio Zambiasi, o PTB realizou uma grande festa regional no sábado em Linha Alcântara, oportunidade onde a sigla recebeu os quatro vereadores.

    No dia 18 de março o Congresso Nacional promulgou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que abre uma janela de um mês para que os políticos eleitos pelo sistema proporcional – deputados e vereadores – possam trocar de partido sem a perda do mandato. Antes, a troca era permitida somente em situações consideradas de “justa causa”, entre elas, a criação de uma nova legenda.

 

MAIS NOTÍCIAS