Polícia


Presídio de Bento Gonçalves passará por reformas

08/03/2016 Rádio Gaúcha Serra

 

     Quase dois anos depois da rebelião que interditou duas das 11 celas do Presídio Estadual de Bento Gonçalves, a unidade prisional passará por reformas. Os trabalhos devem começar até o início da segunda semana de março.

     A rebelião aconteceu em maio de 2014. Naquele mesmo ano, em agosto, um incêndio causou grandes danos ao anexo do presídio, onde ficam os detentos do regime semiaberto. O semiaberto tem quatro celas, mas uma ficou inutilizada após o incêndio. Essa cela também será reformada.

     Com as interdições, a capacidade do presídio, que era de 158 presos, passou para 96. Nesta quinta-feira (3), após uma revista feita pela Susepe, 35 presos foram transferidos para Caxias do Sul, Santa Maria e Venâncio Aires. O objetivo da transferência foi diminuir a superlotação. Na manhã de sexta-feira (4), conforme a administração do presídio, a lotação era de 202 detentos. Desses, 29 eram do semiaberto.

 

 

MAIS NOTÍCIAS