Eventos/Cultura


Pokemon GO chega a Garibaldi e Carlos Barbosa

05/08/2016 Portal Adesso - Foto: reprodução do jogo
Anterior Próximo

     Pontos turísticos das duas cidades viram atração no game que é febre mundial. Em menos de 24 horas, jogo foi baixado por mais de 50 milhões de usuários no Brasil.

     Através da realidade aumentada, o jogo de celular que é sucesso mundial, Pokémon GO, foi lançado no país na última quarta-feira (03). O cenário do jogo é a realidade capturada pela câmera dos aparelhos de celular, o que aumenta a sensação de verossimilhança. Conectado ao Google Maps, o jogador deve se locomover pela cidade para "caçar" as criaturas.

     Embora o desenho seja voltado para crianças, Pokémon Go não tem restrição de idade. Lugares conhecidos em Barbosa e Garibaldi, se tornam “ginásios” – locais onde é possível promover batalhas entre pokémons – ou “pokestops”, onde o jogador coleta itens que ajudam na evolução do personagem. O prédio da Estação Rodoviária de Carlos Barbosa e o Museu de Garibaldi, por exemplo, é um pokestop. “

     A adesão em massa dos brasileiros – e de jogadores de outros países da América Latina – deve ter grande impacto no número de usuários do jogo, embora a Niantic, principal desenvolvedora do game  informou que Pokémon Go assumiu a liderança da lista de aplicativos mais baixados em iPhones no Brasil em apenas um dia.

     Porém, a diversão tem gerado controvérsias. Em vários lugares do país, pessoas correm o risco de se acidentarem e até mesmo de serem assaltadas. Em Vila Velha (ES), um adolescente de 14 anos foi assaltado enquanto andava pela rua distraído pelo celular. Já em Curitiba (PR), dois jovens quase se afogaram: uma adolescente caiu em um rio e um jovem se acidentou no lago de um parque da cidade; ambos relataram estarem jogando Pokémon GO.

     A polícia, alerta para que os não se arriscam nas ruas. A recomendação é que sejam evitados "locais afastados e mal iluminados".

 

MAIS NOTÍCIAS