Polícia


Familiares pedem punição à acusado por morte de Evandro

11/01/2017 Portal Adesso- Foto: Arquivo Pessoal

     Em conversa com os familiares, a reportagem do Portal Adesso falou com o pai da vítima, Rui Francisco de Souza, conhecido pelo apelido de Branquinho.

     Questionado sobre quais as informações possui, ele foi claro: “O Delegado falou que está esperando a perícia, e nós estamos aí sem fazer nada, esperando por eles, estamos sem chão, amarados”, comentou o pai.

     Ele diz não ter contratado um advogado. “Nós fomos lá  no Fórum e disseram que a  defesa é só para o autor do crime e que nós não temos direito a  advogado”, relatou.

     “Agora matam e ficam solto, então não existe mais Lei ”, questionou Branquinho. “Nós  queremos que se cumpra a Lei, pensa que é bem assim tirar a vida dos outros” ??, questionou em lágrimas o pai.

     Segundo Branquinho relatou a reportagem, a discussão e a  briga, que começou em um bar,  foi após o acusado pelo crime ter ofendido Evandro.

     O Delegado Clóvis de Souza, titular da DP de Garibaldi, também foi ouvido pela reportagem e comentou sobre os trabalhos.

     “O inquérito policial, em tese pelo crime de homicídio qualificado se encontra em andamento na delegacia, um fato relativamente recente e depende ainda de várias diligências, entre as quais, o recebimento de laudos técnicos,permitirão a dinâmica de como os fatos ocorreram”, destacou o delegado.

     “As análises das perícias técnicas é que permitirão a melhor compreensão ou se não a exatidão de como os fatos aconteceram naquela noite”, reforçou o delegado Clóvis.

     O Delegado diz que tão logo concluído, o inquérito será entregue ao poder Judiciário e Ministério Público. “A ideia é remeter o material de forma mais completa possível, evitando baixas do processo, com requerimento de novas diligências, as quais buscaremos sanar agora”, destaca.

     O acusado se apresentou e confessou a autoria do crime, dando sua versão para os fatos, disse Clóvis, comentando que até o momento o acusado responde em liberdade.

   

 Relembre o caso clicando AQUI

 

 

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS