Geral


Casa Danieli abre a Safra da Uva 2017

02/02/2017 Portal Adesso - Fotos: Daniel Carniel
Anterior Próximo

     Desde o início da Semana, única destilaria da região vem recebendo uva retirada de parreirais próprios para a fabricação de Sucos, Graspa, Cachaça, Licores e Whisky.

     Feito de forma artesanal, o trabalho realizado pelos proprietários e colaboradores da Casa Danieli em Carlos Barbosa aumenta consideravelmente no período da vindima, onde é preciso receber o produto direto dos parreirais, prensar, realizar todo o processo de vinificação ou envelhecimento e depois engarrafar.

     De acordo com Valmir Danieli, proprietário da Casa Danieli, neste ano serão processados cerca de 50 toneladas de uva da variedade Isabel, o que renderá aproximadamente 33 mil garrafas de suco natural da fruta. Além disso, também serão milhares de garrafas de destilados, estes, são fabricados após o termino da produção dos sucos.

     A Casa também fabrica suco de laranja, sendo que o processo é parecido com o da uva, porém, feito em outro período. Na manhã desta quarta-feira (01), a reportagem do Portal Adesso foi até Carlos Barbosa para conhecer o trabalho artesanal que é feito no estabelecimento localizado às margens da BR 470 a quase uma década.

     Lá, vimos que o aproveitamento da uva é de 100%, sendo que os grãos são prensados para fabricar o suco. Já o bagaço, é armazenado para que o mesmo venha fermentar e após virar destilado, entre eles, a graspa. O processo para a fabricação de licores é parecido, pois utiliza o destilado como matéria prima, porém, o liquido fica armazenado até um ano e meio em barricas de carvalho para dar o gosto e sabor, de acordo os oito sabores fabricados.

     Além disso, a Casa também fabrica o pisco, que é uma bebida destilada com 40% de graduação alcoólica feita a partir do mosto (nome que se dá a mistura açucarada do sumo de uvas frescas) de diferentes tipos de uvas, sendo que alguns chegam a ter oito variedades de uva na mesma garrafa, tem alto teor de açúcar e é base para vários drinks.

     Devido ao processo artesanal, o suco que é pasteurizado não possui nenhum tipo de conservante e após ser engarrafado a uma temperatura de 80 graus é colocado em grandes recipientes com água onde recebe choque térmico e permanece estável até o consumo.

     Falando em mercado, Danieli disse que apesar da crise, no ano passado, as vendas aumentaram entre 25 e 30% em relação a 2015.

 

 

MAIS NOTÍCIAS