Política


Câmara de Bento Gonçalves quer economizar meio milhão e anuncia cortes

07/03/2017 Portal Adesso - Foto: Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves

     Medidas foram anunciadas em entrevista coletiva nesta segunda-feira (07) pelo presidente Moisés Scussel Neto (PSDB).

     “A transformação passa por aqui”, este foi o slogan escolhido pela mesa diretora da Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves para lançar um pacote de medidas que visa conter gastos na casa legislativa. Com isso, a estimativa é de uma economia de até R$ 500 mil em 2017.

     Para chegar a este valor, o legislativo de Bento Gonçalves irá reduzir o pagamento de diárias, passagens aéreas e cursos para vereadores e servidores. A expectativa é reduzir até 50% o valor que foi gasto no ano passado que chega a R$ 70 mil. Comparando com o primeiro ano da legislatura a diferença de redução pode chegar a 87%, já que os vereadores gastaram quase R$ 265 mil em 2013.As verbas economizadas com as medidas serão disponibilizadas à prefeitura, como já vinha ocorrendo em anos anteriores. Entretanto, a ideia é que a Câmara indique ao prefeito a melhor aplicação destes recursos, como a compra de vagas para a Educação Infantil em escolas particulares.

     Já o orçamento da Câmara neste ano já sofreu redução inicial de 7,41% em relação ao de 2016, passando de R$ 13,5 milhões para R$ 12,5 milhões. A Mesa Diretora também manifestou a intenção de no futuro implantar um sistema de votação eletrônica no plenário. A data para que a mudança entre em vigor não foi estabelecida, já que antes é necessário fazer o levantamento dos custos, o que inclui a compra do painel e de tablets para serem usados pelos parlamentares.

     Além de Scussel, participaram da coletiva de imprensa todos os demais membros da Mesa Diretora da Câmara: o vice-presidente Eduardo Virissimo (PP), o primeiro-secretário Rafael Pasqualotto (PP) e o segundo-secretário Valdemir Marini (PTB).

 Medidas de redução de despesas:

:: Revogação do pagamento das funções gratificadas aos servidores efetivos do Legislativo.

:: Suspensão da concessão de diárias e de passagens aéreas para vereadores e servidores por tempo indeterminado.

:: Limitação da concessão de homenagens a uma por vereador e a uma para a Mesa Diretora a cada dois anos.

:: Encerramento da locação da sala comercial onde funcionava o anexo administrativo da Câmara.

:: Racionalização do uso de veículos da Câmara, impedindo, por exemplo, que dois carros realizem o mesmo trajeto em um curto período de tempo.

:: Implantação de turno único de funcionamento durante o período de recesso parlamentar.

:: Suspensão do pagamento de abono de férias para servidores da Casa durante dois anos.

:: Diminuição das cotas de material de almoxarifado a que cada gabinete tem direito, como redução da quantidade de folhas de ofício disponíveis a cada vereador de 1,5 mil para 1

 

 

MAIS NOTÍCIAS