Política


Claudia Schiedeck e Alex Carniel avaliam os 100 dias de Cettolin

10/04/2017 Portal Adesso - Fotos: Daniel Carniel / Carol Casagrande

     Nesta segunda-feira (10) as administrações municipais que iniciaram em janeiro completam 100 dias de atuação. Com Exclusividade, o PORTAL ADESSO conversou com os candidatos que disputaram as eleições de outubro para avaliarem o concorrente eleito e o trabalho que está sendo desenvolvido.  Em Garibaldi conversamos com a professora Claudia Schiedeck (PT) e o ex-vereador Alex Carniel (PP) que disputaram a eleição contra o atual prefeito Antônio Cettolin (PMDB).

 

“Os 100 dias de nada”

Claudia Schiedeck - PT

     Para Cláudia, até o momento, o governo Cettolin não mostra nenhuma mudança “A sensação que temos é que está tudo tranquilo, como se não houvesse tido eleição”, disse a ex-candidata. Ela também afirma que a reforma administrativa que o prefeito fez passou despercebida, sendo que a fusão de algumas secretarias e o perfil de alguns profissionais que ocupam cargos são questionáveis.

     “O prefeito não explicou o porquê desta “mini reforma” e o porquê ela foi feita. Apesar de ter feito isso, os problemas continuam os mesmos, como falta de remédios, problemas de consultas, problemas de gestão. O prefeito Cettolin está numa situação muito cômoda”, comenta Cláudia.

     A ex-candidata comenta também que a atual administração necessita pôr em prática as coisas que prometeram em campanha. “É importante salientar que a gestão anterior do prefeito, de certa forma, usou muito das obras que foram deixadas pelo prefeito Cirano Cisilotto. Até agora, em 100 dias de governo, não há nenhuma proposta nova”.

     Falando sobre alguma melhoria que a administração Cettolin realizou, Cláudia afirma que são imperceptíveis: “São os 100 dias de nada! Um exemplo disso é que Cettolin prometeu que a Polícia Rodoviária Estadual estaria atuando na cidade, onde temos um grande problema com a segurança, e até agora nada. Outra questão é que a questão das empresas. Na campanha, ele tinha uma lista que mais de 50 empresas se instalariam no município e o que vemos é o contrário. Além de não virem, vemos nossas empresas fechando as portas em função da crise econômica. Até agora não vi nenhum projeto do que ele anunciou na campanha. Ele precisa concretizar o que anunciou na campanha”, ressaltou.

     Quanto ao Partido dos Trabalhadores – PT, Cláudia afirmou que por ser uma região conservadora, o partido tem dificuldade em eleger representantes. “O PT está aqui para fazer o contraponto em várias questões”, finalizou.

 

“Só pensam em criar e aumentar impostos”

Alex Carniel - PP

     O ex-vereador e candidato a prefeito pelo Partido Progressista- PP, também faz duras críticas ao governo do prefeito Antônio Cettolin (PMDB). De acordo com Alex, a atual administração está focada em arrecadar, não se importando com a comunidade: “Ao invés de criar taxa de iluminação, estar planejando aumento do IPTU, eles deveriam é estar enxugando a máquina pública, diminuindo Cargos de Confiança como prometeram na campanha eleitroral”, disse.

     Carniel também avaliou os serviços realizados pelo governo Cettolin dizendo que não estão de acordo com o esperado. “Os serviços básicos estão deficientes. Este é o quarto mandato do Antônio Cettolin, ele já tem experiência e não poderia estar faltando remédios, não deveria ter filas para consultas e as estradas do interior estão praticamente abandonadas. Tivemos uma super safra e o agricultor ficou desassistido para transportar sua produção”, ressaltou.

     Falando sobre a segurança pública, Alex Carniel, questionou alguns anúncios feitos nestes 100 dias de governo. “O prefeito disse na imprensa que iria pagar horas extras aos policiais, porém, não contou para a população que vários brigadianos deixaram a cidade e que diminuiu ainda mais o número de policiais. Isso a população deveria saber”, falou o ex-candidato do PP.

     Finalizando, Alex também mostrou descontentamento com a situação da secretaria de turismo. “Até semana passada ficamos sem nenhum secretário de turismo e agora colocaram um interino. Isso mostra que o governo não está preocupado com o turismo de Garibaldi, principalmente em um ano que vai ocorrer a nossa maior festa que é a Fenachamp”, disse. Ele também falou sobre a praça da Martini, bandeira de campanha sua e que também foi de Cettolin.

     “Cettolin na campanha falou que iria adquirir a praça da Martini e nesses 100 dias não fez absolutamente nada. Minha proposta era comprar os terrenos que ficam na parte da frente da praça na Avenida Independência e também na área que pertencia a Perini. Porém, por falta de atitude e agilidade, vamos perder de adquirir estes terrenos e pelo jeito a compra da praça não vai acontecer”, falou Alex Carniel. 

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS