Esportes


Jogador de Bento, revelado pelo Grêmio, morre em acidente

12/06/2017 UOL Esporte - Fotos: Uol, Banda B
Anterior Próximo

     Jonas Pessali, 26 anos, faleceu na madrugada desta segunda-feira (12), quando o carro em que dirigia chocou-se contra um poste em Curitiba. Desde o início do ano, o meia atuava no Paraná Clube.

     Conforme informações do UOL Esporte, o acidente ocorreu por volta das 03h30min desta madrugada quando o automóvel Audi em que o jogador dirigia se perdeu um uma curva na rua André Ferreira Barbosa (via rápida do Pinheirinho) e bateu contra um poste de luz.

     Quando os bombeiros chegaram ao local para prestar os primeiros socorrer, o jovem já estava sem vida. O tenente Alisson, do Corpo de Bombeiros, prestou os primeiros atendimentos. “Quando chegamos, infelizmente, o jogador estava morto. Tivemos dificuldades para retirar o corpo das ferragens. O amigo dele sofreu um corte na cabeça, mas estava consciente, apesar de bastante abalado. O impacto foi tão grande que arrancou o poste, que fica preso ao chão a uma profundidade de cerca de dois metros. Foi muito forte”, afirmou o tenente. O poste caiu sobre o carro.

     O meia se destacou na base do Grêmio. Em 2010, ele era visto como o prodígio da base e substituto do meia Douglas no profissional. Mas não teve muitas oportunidades no time principal. Depois de um curto período no Barueri, tentou carreira no exterior. Pelo Paraná, Pessali marcou apenas um gol de pênalti contra o Londrina pela Primeira Liga no dia 21 de fevereiro. A partida terminou com o placar de 2 a 1 para o Londrina.

Luto Oficial

     Em nota, o presidente do Paraná Clube Leonardo do Oliveira decretou luto oficial de três dias. "É com pesar que o Paraná Clube comunica o falecimento do atleta Jonas Henrique Pessalli. O jogador, vítima de um acidente automobilístico nesta segunda-feira (12), deixa esposa e três filhos. A diretoria do Paraná Clube se solidariza com a família do atleta e está prestando toda a assistência possível neste momento de profunda tristeza. O presidente Leonardo do Oliveira decreta luto oficial de três dias. Aos familiares e amigos, os nossos mais sinceros sentimentos".

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS