Saúde


Prefeitura tenta coibir que pacientes desconhecidos utilizem os serviços de saúde

24/07/2017 Portal Adesso - Foto:divulgação

     Medida foi anunciada pelo prefeito de Garibadi Antônio Cettolin, e passa a valer a partir do dia 01 de agosto.

     Devido ao grande número de pessoas de outros municípios que se deslocam até Garibaldi para utilizar os serviços dos postos de saúde e retirar remédios gratuitamente na farmácia municipal, o prefeito municipal de Garibaldi, Antônio Cetolin, e a Secretária Municipal de Saúde, Simoni Agostini de Moraes, resolveram tomar uma medida drástica para evitar que os gastos com saúde no município não seja utilizado por pessoas que residem e pagam seus impostos em outras cidades.

     O anúncio foi feito pelo prefeito no fim da última semana e de acordo com Cettolin, a partir do próximo dia 01 de agosto, toda pessoa que procurar atendimento nos serviços de saúde pública de Garibaldi vai precisar apresentar um comprovante de endereço. “Resolvemos fazer isso porque tem aumentado muito a procura na área da saúde. Inúmeras pessoas desconhecidas estão procurando os postos e solicitando cirurgias, exames e remédios”, afirmou o prefeito.

     A partir da data, até uma simples consulta ao dentista vai precisar a apresentação do comprovante de residência, podendo ser comprovante de água, luz ou telefone fixo, “Caso contrário não será atendido”, disse Cettolin.

     Para quem mora de aluguel, será necessário apresentar uma cópia do contrato de aluguel registrado em cartório. “Não dá para aceitar que pessoas vindas de outras regiões permaneçam aqui no município por oito dias e faça uma cirurgia paga pela prefeitura e depois volte para a sua cidade. Quem paga esta conta são os moradores que aqui residem e pagam seus impostos aqui”, finalizou. 

 

 

MAIS NOTÍCIAS