Geral


Tradicionalismo Gaúcho cada vez mais forte em Garibaldi

19/09/2017 Portal Adesso - Texto: Tamires Ribeiro Piccoli - Fotos: Marlon Lima
Anterior Próximo

     Há 36 anos, o Centro de Tradições Gaúcha Sentinela na Serra vem desenvolvendo atividades que integram a comunidade com a tradição gaúcha.

     Na véspera do aniversário da revolução Farroupilha, o PORTAL ADESSO entrevistou o Patrão do CTG Sentinela da Serra, Armando Flores, que segue na direção pela terceira gestão. Filho de Ercílio José Flores, fundador da entidade tradicionalista em Garibaldi, Armando faz parte de uma família de 18 irmãos, que participam ativamente das atividades tradicionalistas da cidade.

     O pai, que trabalhava como tropeiro, trazendo mulas de cidades de Rio Pardo, Santa Cruz do Sul, Soledade e também da região da fronteira, a fim de vender aos agricultores da serra, influenciou toda a família com seu estilo de vida tradicionalista.

     A ideia de fundar um Centro de Tradições Gaúchas em Garibaldi partiu de Ercílio José Flores e de seus amigos. No início havia muito receio, visto que a cidade tem colonização italiana. Entretanto, isso não desanimou a família Flores.

     Em 9 de maio de 1981, o CTG Sentinela da Serra foi fundado. No mesmo ano, foi realizada a Primeira Semana Farroupilha e também o Primeiro Rodeio Regional - (Foto em 1985) Atualmente, possui 650 associados e cerca de 2.100 pessoas envolvidas com a casa tradicionalista. Com 36 anos de história, além de realizar a Semana Farroupilha, o centro de tradição promove o Rodeio Estadual de Garibaldi, que neste ano terá a 25ª edição e que irá ocorrer entre os dias 3 e 5 de novembro, no Parque da Fenachamp.

     De acordo com Armando, uma grande conquista foi neste ano foi o título de 1ª Prenda Regional para a garibaldense Alice Pagliarini Picolotto. Alice também irá representar a agremiação no Concurso Estadual do próximo ano, que será realizado em Garibaldi.

     Questionado sobre o tradicionalismo na cidade, Armando comenta que o movimento tradicionalista vem crescendo na terra da Champanhe. “Hoje no Sentinela da Serra há muitas crianças participando de ações desenvolvidas por nós, significa que há uma identificação com o farroupilha,  além da cidade ter apenas uma entidade tradicionalista”, ressalta Flores.

     Para quem deseja se associar ao CTG Sentinela da Serra, é necessário fazer uma ficha de inscrição e pagar uma mensalidade de R$ 10,00. Diferente dos demais centros de tradições, a “joia” – taxa de contribuição que, conforme regimento interno do centro, fica à escolha do associado quando deve pagar, no início, ou no fim de sua adesão. 

 

 

MAIS NOTÍCIAS