Educação


Jovem de Garibaldi busca a Argentina para estudar Medicina

15/01/2018 Portal Adesso - Foto: Divulgação

     Apesar de durar um ano a mais, em relação às universidades brasileiras, estudante de Garibaldi afirma que o curso no país vizinho, vale a pena

     O sonho de estudar medicina cativa muitos jovens, porém com a diminuição das vagas nos programas governamentais como Sisu, ProUni e Fies, além das poucas vagas nas universidades federais, estudantes têm se aventurado a sair do país para estudar.

     Como aconteceu com Monique Ribeiro, 19, natural de Garibaldi, mas que reside em Buenos Aires e estuda na Universidade de Buenos Aires – UBA, há um ano. A jovem conta que após muitas tentativas de aprovar no vestibular, decidiu deixar o Brasil para estudar.

     “Ainda no curso pré-vestibular, encontrei uma amiga que também estava disposta a se mudar para a Argentina. A ideia de ir para lá, no início era um tanto assustadora”, conta.

     Segundo Monique, para ingressar em uma universidade no país, é necessário fazer o Ciclo Básico Comum – CBC, que é formado por seis disciplinas básicas, relacionadas ao curso escolhido.

     Após a aprovação nestas disciplinas, que podem ser cursadas em seis meses ou em um ano, o aluno está apto a iniciar os estudos referentes a carreira. A duração do curso de medicina na Argentina é de sete anos e após a formação é necessário revalidar o diploma para atuar no Brasil. 

     “Muitas pessoas acabam desistindo, principalmente pelo sistema de ensino, que é diferente do brasileiro, não possui aula todos os dias e a carga horária varia de acordo com o que está cursando”, afirma.

     Apesar das dificuldades em morar em outro país, estar longe dos familiares, Monique não se arrepende da escolha. Além disso, a jovem pretende voltar para Garibaldi, após finalizar os estudos.

     “É motivador saber que a cada dia que passa estou um pouquinho mais perto de tornar o meu sonho em realidade”, conta. 

 

 

MAIS NOTÍCIAS