Agricultura


Grupo de trabalhadores que está sem receber desde dezembro leva caso à justiça

30/01/2018 Portal Adesso - Foto: Sitracom BG

     Sem receber os pagamentos desde dezembro, trabalhadores seguem enfrentando dificuldades para se manter. Após as empresas se recusarem a ceder nas negociações, os trabalhadores contratados para a construção do moinho da Isabela, decidiram nesta segunda-feira (29) levar à causa para a Justiça do Trabalho.

     A decisão foi informada em uma nota, divulgada pelo site do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção e do Mobiliário de Bento Gonçalves – Sitracom BG.

     No texto, é informado que as empresas S&N Engenharia e M. Dias Branco, responsável pela Isabela, não se dispuseram a realizar um acordo. O grupo de 76 trabalhadores, não recebe os seus pagamentos desde o mês de dezembro.

     Segundo o vice-presidente do Sitracom BG, Ivo Vailatti, os trabalhadores foram dispensados através de uma carta informando que o contrato de prestação de serviços seria rescindido. “Em seguida houve uma tentativa de negociação para os pagamentos atrasados, mas as empresas não demonstraram interesse”, afirma.

     Além disso, o sindicato juntamente com os trabalhadores, realizaram mobilizações, como uma tentativa de reverter a situação e conseguir o valor da rescisão. Diante desta situação, muitos trabalhadores seguem em condições precárias. Segundo um dos representantes, Felipe da Silva, a maioria tem família e precisa pagar aluguel.

     “Fomos abandonados pelas empresas que ficam empurrando a responsabilidade e que não têm nenhum compromisso com as pessoas que contrataram e que trabalharam para levantar o moinho”, afirma.

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS