Geral


Advogado dos irmãos acusados de agredir cabeleireiro se manifesta

08/02/2018 Portal Adesso

     De acordo com nota, os irmãos Piccinini agiram em legítima defesa, além disso o cabeleireiro Irani Dalmás teria agredido o pai dos acusados.

     O advogado dos irmãos Márcio Piccinini e Marcelo Piccinini, acusados de agredir o cabelereiro Irani Dalmás, em uma discussão no mês passado, enviou uma nota à imprensa, comentando a situação.

    Guilherme Anderson Caneppele, afirma que os irmãos agiram em legítima defesa, além disso, o pai dos investigados teria sido agredido por Dalmás, em um bar no bairro Alfândega.

     O caso, está sendo investigado pelo delegado Clóvis Rodrigues de Souza. Confira a nota:

     “A defesa dos investigados afirma que eles estão à disposição da polícia para esclarecimentos e exercerão plenamente o direito constitucional de defesa nos autos do inquérito policial, mas pretende, desde já, esclarecer alguns fatos, estando empenhado na busca da verdade.

     A vítima Irani Dalmás, agrediu fisicamente o pai dos investigados, idoso de 65 anos de idade, em um bar no bairro Alfândega, no sábado de manhã, sendo tal fato registrado na delegacia de polícia de Garibaldi.

     Posteriormente, à noite, os investigados encontraram a vítima Irani Dalmás na Linha Vitória e, em circunstâncias a serem esclarecidas, iniciou-se uma briga com mútuas agressões. Destaca-se que a única intenção dos investigados eram defenderem-se, como será esclarecido oportunamente. Inclusive, essa foi a percepção da Brigada Militar no momento da ocorrência e no calor do momento, que optou por lavrar Termo Circunstanciado por Lesão Corporal e liberar os investigados em seguida.

     A vítima obteve alta hospitalar ainda no dia 22/01/2018, tendo ficado todo o tempo consciente e em estado estável. Reitera-se que os investigados estão à disposição dos órgãos competentes para o inteiro esclarecimento dos fatos”.

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS