Polícia


Bang-Bang: Som alto e tiroteio na madrugada do Alfândega

19/02/2018 Portal Adesso - Fotos: Brigada Militar/divulgação
Anterior Próximo

     Barulho do funk e outras músicas foram silenciadas pelos estampidos dos tiros que foram disparados por quatro pessoas ainda não identificadas.

     Já faz muito tempo que Garibaldi deixou de ser uma pacata cidade. Com a modernidade e o crescimento também vieram os problemas. Um deles é a falta de segurança, sendo que o pouco efetivo da Brigada Militar não consegue patrulhar e dar segurança em toda a área da cidade, fazendo com que algazarras de jovens com música alta, bebidas e muitas vezes com drogas, atrapalhe a vida de vizinhanças em diversos locais.

     O caso mais emblemático é de moradores do centro da cidade, onde a aglomeração de jovens em um estabelecimento que funciona 24 horas, tem causado transtornos aos moradores da proximidade.

     Cansados de chamar a polícia e cobrar por solução das autoridades, moradores do bairro Alfândega preferiram fazer justiça com as próprias mãos, é o que acredita a polícia. Por volta das 2h30min da madrugada deste domingo, onde o som insuportável prejudicava quem queria dormir, inclusive crianças e bebes, quatro deles foram até o local armados mandaram todos se afastarem dos carros.

     Com arma em punho, atiraram várias vezes contra uma camionete Montana, um Golf, uma Saveiro e um Kadett, todos os carros com placas de Farroupilha. O grupo descarregou a munição nos veículos e após o ataque, fugiram por um matagal próximo. Nada foi roubado e ninguém foi ferido, porém a partir do ataque, o silêncio voltou a reinar no bairro.

     A ocorrência foi registrada na Rua João Romil, onde diversos jovens se reúnem durante a noite para ouvir som alto. Algumas vezes, mais de 30 carros se aglomeram no local.

     Os veículos foram recolhidos para a perícia e até o momento ninguém foi preso. As investigações que iniciaram nesta segunda-feira (19), acreditam que os autores dos disparos sejam moradores do local que estavam cansados da perturbação e musica alta no bairro. 

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS