Geral


Os riscos do chocolate para os pets

23/03/2018 Portal Adesso

     Páscoa é sinônimo de união, momentos em família e muito chocolate. Entretanto para quem tem um pet em casa, este é um período de alerta constante. Muitos donos podem não saber, mas o chocolate é um alimento tóxico tanto para cães, quanto para gatos.

     Em entrevista ao PORTAL ADESSO, a veterinária Andréia Ferronato, explica que a substância Teobromina, presente no cacau é a responsável pelo problema.

     Diferente dos humanos, cães e gatos têm um metabolismo diferente. No caso da Teobromina, a absorção é feita de forma muito lenta, podendo comprometer o sistema nervoso central.

     Os efeitos colaterais ocorrem cerca de 6 a 12 horas após a ingestão, podendo durar até três dias. Os sinais são os mais variados: vômito, diarréia, convulsões, taquicardia, respiração ofegante, muita salivação, grandes ingestões de água e, em casos extremos indução ao coma ou óbito. A quantidade do chocolate e também o tipo, influenciam diretamente nos efeitos.

     “Em um cão de 2kg por exemplo, 120g de chocolate são o necessário para causar o óbito. Além disso, os tipos de chocolates mais escuros, como o dark, contém mais Teobromina, sendo por conseqüência mais prejudiciais ao animal”, conta.

     Em caso de consumo, é aconselhado procurar atendimento veterinário o quanto antes. Para os cães, a opção de dar água morna ao animal pode auxiliar, sendo que a ingestão do líquido estimula o vômito.

     Para quem deseja agradar seu animal, as clínicas veterinárias e pet shops, vendem petiscos apropriados. O custo fica em torno de R$10,00, variando conforme marca e quantidade.

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS