Economia


Quase 30% dos CPFs ativos de Garibaldi estão inadimplentes

22/06/2018 Portal Adesso - Foto: Priscila Boeira /APEME

     A inadimplência do consumidor voltou a subir no Brasil e registrou alta de 5,3% em maio na comparação com abril, informou o Serviço Central de Proteção ao Crédito Boa Vista (SCPC). Segundo a pesquisa, as adversidades ocorridas na economia nos últimos tempos inibiram o consumo e a tomada de crédito. A forma que o comércio e os serviços de Garibaldi podem se prevenir da inadimplência foi apresentada pelo supervisor comercial da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) Porto Alegre, Diego Berzagui, durante palestra realizada na Associação de Pequenas e Médias Empresas (Apeme).

     Em Garibaldi existem 20.945 Cadastros de Pessoas Físicas (CPFs) ativos. Desses, 34% são enquadrados em alto risco de inadimplência. A população consumidora da cidade é formada por 56% de Classe C2 (entre um e dois salários mínimos); em segundo lugar está a B2, com 17% (entre três e cinco salários), seguida de D, com 13% (inferior a um salário mínimo) e C1 com 10,5% (entre dois e três salários). Outro dado interessante diz respeito ao número de CPFs inadimplentes: 27,2%.

     Por outro lado, esse número pode não ser fiel à realidade, já que muitas empresas com clientes devedores acabam não comunicando o sistema de SCPC.

     Berzagui defendeu a prevenção como arma para enfrentar esse período delicado da economia. “Aconselho atualizar o cadastro a cada nova compra, primeiro para ter todos os dados para uma possível cobrança, como também para enviar promoções e ofertas por e-mail e whatsApp. Não se deixem enganar por boa aparência.

     Muita gente concede crédito para alguém bem vestido”, disse. O supervisor comercial da CDL acredita que o comércio da cidade deve se unir em uma campanha contra a inadimplência.

 

 

MAIS NOTÍCIAS