Geral


Morre o fundador do Movimento Tradicionalista Gaúcho

27/08/2018 Portal Adesso - Foto: Arquivo/Jornal Correio do Povo

 

       Modelo para a estátua do laçador, e um dos fundadores do Movimento Tradicionalista Gaúcho - MTG, o folclorista Paixão Côrtes, de 91 anos, faleceu, às 16h desta segunda-feira (27), depois de ficar mais de um mês internado na CTI do Hospital Ernesto Donelles, em Porto Alegre. Em julho, ele teve de se submeter a uma cirurgia após sofrer uma queda e fraturar o fêmur. As causas da morte não foram divulgadas pelos familiares.

     Compositor, historiador, radialista e pesquisador da cultura gaúcha, Paixão virou símbolo do Rio Grande do Sul após ter fundado, junto a Barbosa Lessa e Glauco Saraiva, o Movimento Tradicionalista Gaúcha (MTG) e o CTG 35, em 1948, em Porto Alegre.

     Em 1954, Côrtes, serviu de modelo para a estátua do Laçador, obra do escultor Antônio Caringi instalada na zona Norte da Capital e escolhida, em 1992, símbolo de Porto Alegre.

     O presidente do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), Nairo Callegari, decretou luto de três dias para a entidade. Na sede do MTG em Porto Alegre, as bandeiras estão a meio mastro.

     O Sport Club Internacional também lamentou o falecimento de Paixão Côrtes, que era cônsul cultural do clube.

     Nascido em Santana do Livramento em 12 de julho de 1927, filho de pai agrônomo e mãe com dotes musicais, Paixão  formou-se em Agronomia na UFRGS, exerceu a profissão e chegou a ser funcionário da Secretaria de Estado da Agricultura, mas nunca negou a vocação para o trabalho com a música e as danças características da região onde viveu.

 

 

 

 

MAIS NOTÍCIAS