Eventos/Cultura


APEME inicia a venda de ingressos para a palestra show de Amyr Klink

palestra do velejador Amyr Klink ocorre em abril, em comemoração aos 24 anos da Associação de Pequenas e Médias Empresas de Garibaldi
22/01/2019 Imprensa APEME - Fotos:Divulgação

     Estão à venda os ingressos para a palestra “Autoliderança e protagonismo com a vida – levantar âncora e partir”, do velejador Amyr Klink. Será no dia 11 de abril, em comemoração aos 24 anos da Associação de Pequenas e Médias Empresas de Garibaldi (Apeme). O evento será realizado no Ginásio da Associação dos Motoristas de Garibaldi (rua Antonio Bortolini, 400, bairro São José).

     A 11ª palestra da Apeme segue a tradição de promover educação e cultura para associados e comunidade. A entidade trouxe Mario Sergio Costella, em 2017, e Leandro Karnal, em 2018. Klink foi escolhido pela comunidade em uma enquete virtual realizada em junho de 2018. A palestra pretende reunir mais de 1,4 mil pessoas.

Ingressos

R$ 80 – associados APEME

R$ 160 – público em geral

Os ingressos terão meia entrada conforme previsto nas Leis 10.741/03, 12.852/13 e 12.933/13.

Venda

Os ingressos estão disponíveis na sede da Apeme (rua Heitor Mazzini, 122, sala 02, - Edifício Sonata – Centro), de segunda a quinta-feira das 8h às 12h e das 13h15min às 18h; às sextas-feiras, das 9h às 12h e das 13h15min às 17h30min. Não serão feitas reservas por telefone ou e-mail.

Realização: Apeme e Apeme Mulher

Informações: (54) 3462-2755, Whats App 54 99161-4174 ou e-mail [email protected]r


Você sabia?

Aos 28 anos: Amyr Klink termina a construção do seu primeiro barco e, no ano seguinte, faz a primeira travessia solitária a remo do Atlântico Sul. A jornada pelo Atlântico de 3.700 milhas durou 100 dias.

Aos 34 anos: Com o segundo barco que construiu, estreia como velejador em uma viagem solitária por 27 mil milhas, que duraria 642 dias: sete meses e meio imóvel em uma invernagem antártica. 

Aos 43 anos: Inicia o Projeto Antártica 360 Graus, em que faz a circunave-gação polar pela rota mais difícil. São 88 dias e 14 mil milhas.

Aos 46 anos: Conclui o mais moderno veleiro construído no Brasil, após 7 anos. 

Aos 48 anos: Refaz a circunavegação polar, dessa vez com cinco homens na tripulação. A viagem dura 76 dias sem escalas e 13,3 mil milhas.

Amyr ainda realizou ao todo 15 viagens à Antártica.


MAIS NOTÍCIAS