Notícias


Frigoríficos de Garibaldi podem sofrer com a suspensão da Arábia Saudita

Árabes desabilitaram a compra de carne de frango em cinco empresas. Na serra, dez frigoríficos exportam para estes países
22/01/2019 Portal Adesso

     A Arábia Saudita, maior importadora de carne de frango do Brasil, em mensagem ao governo brasileiro, desabilitouu cinco frigoríficos da lista dos exportadores para o seu território, segundo informações publicadas nesta terça-feira (22), pelo jornal Folha de São Paulo.

     Atualmente, 67 frigoríficos brasileiros estão devidamente habilitados a exportar para a Arábia Saudita, mas apenas 30 efetivamente exportavam. Com a decisão do país arábe, agora restam 25 empresas. Entre as cinco unidades descredenciadas pelos árabes estão unidades da BRF e JBS.

     O PORTAL ADESSO, conversou com o diretor executivo da Asgav – Associação Gaúcha de Avicultura, José Eduardo dos Santos, que afirmou estar surpreso com o anúncio dos árabes. 

     “Ainda não sabemos o real motivo desta decisão, tem muita especulação. Pode ser que é porque o governo brasileiro falou que pretende mudar a embaixada do Brasil de Tel Aviv para Jerusalém, e também pode ser devido a algumas questões técnicas”, disse o representante da Asgav. 

     Eduardo ainda declarou que a associação gaúcha está buscando mais informações com a associação nacional que está interagindo com o Ministério da Agricultura.

     “Por serem muçulmanos, eles possuem algumas regras para o abate e estamos tratando de algumas questões técnicas como não utilizar mais o choque na linha do abate. Estávamos negociando prazos para nos adequar. Mas não sabemos se foi este o motivo”, ressaltou. 

     O mercado árabe responde por 13% das exportações de frango no país e o Oriente Médio e países que seguem o islamismo 35%. O ano de 2018 foi muito complicado para a avicultura, uma vez que sofreram embargo da União Europeia devido a Operação Carne Fraca. 

    Ainda não se sabe quais foram os frigoríficos suspensos pelos árabes, mas existe a possibilidade de ser algum de Garibaldi e região. Em Garibaldi, dois frigoríficos exportam frango para a Arábia Saudita, o Nicolini abate frangos para a BRF e a JBS, antiga FRINAL também faz exportações para este país.  Nesta quarta-feira (23), os nomes dos frigoríficos devem ser divulgados pela entidade. 


MAIS NOTÍCIAS