Economia


Imobiliárias otimistas com o mercado neste início de 2019

Portal Adesso ouviu imobiliárias de Garibaldi, Carlos Barbosa e Bento Gonçalves. Todas, afirmam que as vendas e locações melhoraram
28/01/2019 Portal Adesso - Foto: Almeja Imóveis

     As projeções para o mercado imobiliário de 2019 são muito otimistas para os investidores que buscam boas oportunidades de alcançar uma boa rentabilidade. Após vários anos complicados para o segmento de imóveis, 2017 colocou fim na crise, e 2018 vem se mostrando um ano de consolidação – criando as condições ideais para o crescimento em 2019. A primeira quinzena de janeiro registrou forte procura por imóveis para locação, e manteve-se até agora. Para Bolivar Zuanazzi, proprietário da imobiliária barbosense de Carlos Barbosa, a chegada de novos moradores no município tem apresentado grande procura. “Percebemos a chegada de novas famílias. Principalmente movimentação dos órgãos públicos e setor bancário ajudou bastante na procura por imóveis”, afirmou Bolivar. 

     Em contrapartida, em Bento Gonçalves, o empresário Felipe Canal não sentiu muita mudança. Para ele, as pessoas saem de férias nesse período e não pensam muito em mudança de imóvel. “Empresários agora que estão avaliando lucros e divisões. E pessoas físicas também aproveitam o dinheiro extra das férias e vão ao litoral”, ressaltou Canal. 

     Já para o empresário Paulo Salvadori, a grande busca por imóveis gera uma falta de opções no mercado. “Novembro e dezembro saíram alguns imóveis e a gente não conseguiu reposição”, aponta Paulo. Segundo ele, as vendas e locações também apresentaram melhoras vultuosas de 2018 comparado com 2017. “Acredito que 2019 deve seguir no mesmo ritmo para melhor”, disse Salvadori.  

     Os empresários do setor entrevistados pela reportagem do Portal Adesso também foram esperançosos quanto aos financiamentos disponibilizados pelo Governo para a compra de imóveis.  As projeções para o mercado imobiliário de 2019 são muito otimistas para os investidores que buscam boas oportunidades de alcançar uma boa rentabilidade. Após vários anos complicados para o segmento de imóveis, 2017 colocou fim na crise, e 2018 vem se mostrando um ano de consolidação – criando as condições ideais para o crescimento em 2019.


MAIS NOTÍCIAS