Notícias


Imigrante foca em programa de saúde bucal

Mais de 90 pessoas participaram da quarta etapa de avaliações para o Programa Brasil Sorridente em Imigrante.
31/01/2019 Portal Adesso - Foto: Prefeitura de Imigrante
Anterior Próximo

     Neste programa, são fornecidas próteses totais e próteses parciais removíveis, também chamadas de pontes, ambas superiores e inferiores, conforme a avaliação do dentista. O profissional também faz a orientação de outros procedimentos que os pacientes devem efetuar antes da colocação das próteses. Entre eles limpezas e obturações.

     A cota é de 34 próteses ao mês e os pacientes vão sendo chamados para as etapas seguintes. O dentista faz novamente uma avaliação bucal e os procedimentos necessários, moldagem, colocação e se precisar de ajustes o paciente retorna. A ordem para chama-los segue a de chegada na primeira avaliação. Já foram destinados mais de R$ 55 mil reais para o programa, desde 2017.

     Segundo o dentista Jonas Caríssimi, a saúde bucal tem cada vez mais se aproximado da população com intuito de trabalhar a questão da educação em saúde que abrange a prevenção e promoção por meio de orientações onde a população passa a estar integrada aos cuidados da própria saúde.

     As orientações são fornecidas pela equipe de saúde bucal do município visando atingir o maior número possível de usuários dos serviços de saúde. Ainda, segundo Caríssimi, as agentes comunitárias de saúde, que estão integradas a equipe, fazem com que a informação chegue em cada família.

     “Com objetivo de recuperar a funcionalidade dos dentes a auto estima por meio da fala e sorriso a Secretaria Municipal da Saúde vem possibilitando que todos tenham acesso às informações por meio de jornais da saúde, site da prefeitura, telefone das unidades básicas e ainda através das ACS”, relata ele. A secretária da pasta, Regiane Möllmann, reforça a preocupação da Estratégia de Saúde da Família (ESF), no qual o programa está inserido, que a prevenção de doenças.  “A saúde bucal influencia em todo bom funcionamento do organismo e previne diversas doenças. Outro ponto importante é da autoestima dos participantes do programa, afirma ela.

     Outras ações também estimulam a prevenção de doenças bucais como o programa Sorrindo para o Futuro em parceria com o SESC no qual periodicamente a equipe da saúde bucal visita as escolas e avalia a higienização e avisa os alunos que precisam procurar a unidade para tratamento. Os alunos também recebem orientações para a correta forma de escovação. O município conta com três consultórios odontológicos, dois no Centro de Saúde e um na Unidade Básica de Saúde de Daltro Filho, e 60 horas semanais de atendimento, supridas por dois profissionais, Leandro Bünecker e Jonas Caríssimi. Os agendamentos podem ser feitos diretamente nas unidades de saúde.

     Quem não pode participar desta etapa de avaliação para o programa das próteses poderá fazê-lo em outras etapas que serão abertas.


MAIS NOTÍCIAS