Economia


Em 2018, empregos cresceram 1,69% no município de Bento Gonçalves

Setor que mais abriu postos de trabalho foi o da Agropecuária, sendo que nos últimos 12 meses foram abertos 649 postos
04/02/2019 Rádio Difusora 890

     A Universidade de Caxias do Sul (UCS) através do NID -0 Núcleo de Inovação e Desenvolvimento – divulgou a Carta Mensal do Mercado de Trabalho referente ao mês de dezembro de 2018, com os municípios na área de abrangência da instituição, inclusive em Bento Gonçalves. No período foram fechados 511 postos de trabalho, um decréscimo de 1,29% sobre o total de empregos formais. A indústria da transformação foi quem mais desligou, 321 postos.

     Os setores de serviços (96 vagas negativas) e da construção civil (54 vagas negativas) aparecem logo a seguir também com queda de empregabilidade.  Nesse período, o único setor que abriu postos de trabalho foi o da Agropecuária, com três vagas abertas. Nos últimos 12 meses foram abertos 649 postos de trabalho no município, um acréscimo de 1,69%. Nesse mesmo período, os setores que mais criaram ofícios foram o de Serviços, com 246 novas vagas, seguido pela Construção Civil, com 233 novos vínculos.

     Os únicos setores que fecharam postos de trabalho foram o da Extrativa Mineral e o da Agropecuária, com 21 e 13 vínculos encerrados, respectivamente. O setor que obteve maior crescimento relativo no período foi o da Construção Civil, com um acréscimo de 12,62%.





MAIS NOTÍCIAS