Polícia




Homem que trocava fotos íntimas na internet é vítima de extorsão em Bento

Criminosos atraem homens casados, trocam fotos íntimas e depois exigem dinheiro para não contar a família das vítimas.
18/04/2019 Notícias de Bento

     Mais um caso de extorsão foi registrado em Bento Gonçalves nesta semana. A vítima desta vez foi um marceneiro de 32 anos, que estava trocando fotos íntimas com uma suposta adolescente e agora está sendo alvo de extorsão pelo aplicativo whatsapp. Não há pistas sobre o autor do crime.

     De acordo com o registro policial, criminosos criaram um perfil "fake" na rede social Facebook com nome de Jéssica Alves e solicitaram amizade ao marceneiro. Ele aceitou e começou a conversar com a suposta adolescente por cerca de três dias. Os dois trocaram número de telefone e a relação começou pelo whatsapp. Eles trocaram fotos íntimas e, a partir daí, a suposta adolescente informou que tinha 15 anos, mas o homem disse que não se importava.

     Foi quando começaram as ameaças e a extorsão. Um homem, passando-se por tio da adolescente, começou a mandar mensagens ameaçadoras ao marceneiro, informando que a mãe da menina estava arrasada e que a jovem teria quebrado o celular e o computador para que a família não visse as fotos íntimas. O autor da extorsão pediu R$ 7.750,00 para não denunciá-lo na delegacia e também não contar para sua esposa a tal "pulada de cerca".

     As conversas por whatsapp aconteceram por vários dias até a vítima decidir levar o caso à polícia. Apesar da pressão do criminoso, a vítima não chegou a pagar o valor solicitado. Segundo investigações policiais, casos assim estão se tornando rotineiros em Bento Gonçalves. Na maioria dos casos, a extorsão parte de dentro de presídios. Nesta semana, a Brigada Militar prendeu um um foragido do presídio tentando sacar R$ 12 mil de uma extorsão semelhante a registrada recentemente. 

 

MAIS NOTÍCIAS