Turismo e Gastronomia




Polenta gigante em Monte Belo do Sul será distribuída de forma gratuita

Saiba como é o preparo da iguaria com mais de 800 quilos e quando degustá-la no 10º Polentaço
15/05/2019 Portal Adesso - Foto: Marlove Perin/Divulgação
Anterior Próximo

       Imagine preparar mais de 800 quilos de polenta; depois, a quantidade de molho suficiente para acompanhar a refeição; e, então, distribuir as porções e servi-las para um público de milhares de pessoas. Esse ritual grandioso ocorre duas vezes em Monte Belo do Sul, durante o 10º Polentaço. Realizado na cidade do interior gaúcho nos dias 18 e 19 de maio, o evento terá dois tombos de polentas gigantes – seguidos de distribuição gratuita aos apreciadores. A receita que deixa todo mundo com água na boca tem uma fórmula clássica, que você conhece a seguir! 

O preparo feito a partir da farinha de milho

     São mais de seis horas de cozimento para deixar os 800 quilos prontinhos para o público. Cada polenta gigante leva 125 kg de farinha de milho, 6 kg de sal e 3 L de óleo de soja – além de 600 L de água. O preparo é similar ao corriqueiro – em menor quantidade – porém exige maior número de pessoas envolvidas: são 12 ‘polenteiros’ no total, sendo que quatro ficam de forma permanente mexendo o tacho durante o período. Tudo é cozido dentro de uma enorme ‘cagliera’ com 1,60 metros de diâmetro e quase um metro de altura. O tombo é feito por um guindaste – que ergue a estrutura e despeja a polenta dentro de um enorme recipiente. Depois de finalizado esse processo, uma equipe de 15 a 20 pessoas distribui o cozido – que rende, em média, 3.500 porções. 

O molho para acompanhamento

     A união da polenta com o tradicional molho à bolonhesa resulta em uma experiência gastronômica que agrada os mais diferentes paladares. Por isso, além desse elemento símbolo da cultura regional, a organização do Polentaço prepara uma grande quantidade do acompanhamento. Com mais de 50 kg de carne moída, o molho tem cerca de 20 kg de cebola, duas cabeças de alho, um quilo de sal, 10 kg de tomates batidos – e bem maduros –, salsa a gosto e aproximadamente 10 L de óleo de soja – que dá a largada para o cozimento. São quatro horas de cocção até que fique no ponto ideal. A quantidade serve para acompanhar as duas polentas gigantes. 

Como conferir 

     A virada da polenta ocorrerá em duas ocasiões: no dia 18, às 17h15min, e no dia 19, às 14h30min. A distribuição das porções ocorre logo após os tombos e pode ser acessada de forma gratuita pelo público. Além da atração, os visitantes podem conferir uma exposição de esculturas feitas de polenta, que ocorre em paralelo ao evento, e diversos atrativos gastronômicos – em barracas espalhadas pela Praça Padre José Ferlin – além de apresentações artístico-culturais ao longo da programação.

Serviço

O quê: 10º Polentaço

Quando: dias 18 e 19 de maio

Onde: Praça Padre José Ferlin, em Monte Belo do Sul

Quanto: entrada franca

MAIS NOTÍCIAS