Polícia


Investidores de criptomoeda poderão ficar sem o dinheiro

Receita Federal também tem interesse nos valores, cujos rendimentos não foram declarados
23/05/2019 Portal Adesso - Foto: Divulgação

A análise da situação financeira da empresa InDeal, primeiro passo para que os cerca de 55 mil investidores enganados sejam restituídos, deve levar dias. Como o caso está em fase de inquérito, os valores seguirão retidos.

Segundo dados preliminares, somente 10% dos R$ 850 milhões movimentados pela empresa teriam sido empregados na compra de criptomoedas. Parte do dinheiro teria sido usado na compra de carros, imóveis, joias e outros bens pelos sócios. Após análise minuciosa das contas da Indeal será possível apontar qual o destino dos valores repassados pelos investidores.

A empresa atraia clientes para aplicar no mercado das moedas virtuais, com promessas de rentabilidade superior a 15%, desde o primeiro mês de investimento. Se os crimes forem comprovados, a alternativa para restituir as pessoas lesadas é a venda dos bens adquiridos pelos sócios, por meio de leilão. Como as negociações envolveram incidência de impostos, e muitas pessoas não declararam os rendimentos, a Receita Federal também está interessada nos valores. Já as vítimas terão que provar que foram lesadas para tentar as restituições.

MAIS NOTÍCIAS