Política




Castro diz que Garibaldi não precisa de viaturas ou armamento para a polícia

Presidente da Câmara de Vereadores afirmou que a cidade é um paraíso e não necessita de viaturas e armas para as polícias
30/05/2019 Portal Adesso - Foto: Arquivo

     Demonstrando estar totalmente desconectado da comunidade e desconhecer os números de roubos, assaltos e homicídios em Garibaldi, o presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Luiz Flori Castro (PTB), utilizou a tribuna na sessão da última segunda-feira (27), para defender o vice-governador e Secretário da Segurança do Estado, que é de seu partido.

     Antes dele, outros vereadores haviam utilizado a tribuna para lamentar que Carlos Barbosa, Bento Gonçalves e Farroupilha haviam recebido viaturas e armamentos para a Polícia Civil e Brigada Militar, e Garibaldi ficou de fora, sem receber nenhuma. 

     Tentando se justificar o não recebimento das viaturas, Castro disse: “Temos que agradecer a Deus que estes municípios foram contemplados com efetivo policial, coletes e armamentos.  O próprio secretário de segurança está vendo que não estamos necessitamos, nós estamos tranquilos. Que continue esta calmaria em nosso município”, disse. 

     Ele ainda firmou que os índices de criminalidade em Garibaldi é quase zero e se o Estado olhasse o índice até tiraria efetivo policial que existe aqui. “Graça a Deus que nós não temos a necessidade de sermos os primeiros a ser atendidos”, ressaltou o presidente da Câmara. 

     O vereador do PTB que “Vive no Paraíso”, só esqueceu de citar que no início deste mês, o proprietário de um bar, no bairro onde o próprio vereador Castro reside, foi assassinado por dois homens armados. 

Zé da Patrola em cima do Muro

     Ainda destacando o mesmo assunto, o vereador José Bortolini, o Zé da Patrola (PDT), usou a tribuna popular para criticar e ao mesmo tempo achar culpados para a falta de articulação política que fez Garibaldi não receber nenhuma viatura e armamentos doados pelo governo federal através de emendas dos deputados da bancada gaúcha. 

     Patrola disse que falta um planejamento dos governos e uma visão mais ampla. “Ao invés de dar nove viaturas para Farroupilha, porque não doar uma para Garibaldi, Coronel Pilar?, Uns ganham demais, outros não ganham nada”, disse ele. O vereador tentou culpar os governos Federal e Estadual e não a falta de articulação dos políticos de Garibaldi.

      O vereador do PDT, partido que está sempre em todos os governos de Garibaldi, só “esqueceu” dizer que os outros municípios receberam porque vereadores e prefeitos foram atrás e buscaram emendas através dos deputados, ninguém cruzou os braços como em Garibaldi. 

     Em cima do muro, ele não citou os vereadores de Garibaldi, nem a administração municipal. Zé da Patrola apenas disse que “nossa população merece mis segurança. Vamos trabalhar para que isso não ocorra novamente”. 

MAIS NOTÍCIAS