Geral


Merenda Escolar de Bento Gonçalves vem da Agricultura Familiar

26/02/2014 Imprensa Prefeitura Bento Gonçalves

 

     A Prefeitura Municipal começa o ano com avanços significativos na merenda escolar, que além de beneficiar alunos da rede municipal de ensino, representará um incremento importante para agricultores locais. Neste ano, a Prefeitura vai investir R$ 702 mil na merenda escolar, superando os R$ 449 mil do ano passado (56% de aumento). O número significa um salto na economia da agricultura familiar do município, além da quantidade maior, a qualidade dos produtos que chegam aos alunos.

     O projeto envolve as Secretarias de Agricultura e da Educação, que junto com a Associação de Agricultores Familiares de Bento e Emater, contempla 42 famílias dos quatro distritos. Conforme o presidente da associação Cedenir Postal, o teto máximo para cada agricultor familiar é de R$ 20 mil, conforme Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP). "É um valor bem significativo, uma garantia para o nosso trabalho quando sabemos que temos o dinheiro na nossa conta todo mês", destaca.

     Para o secretário da Agricultura Thompssom Didoné, a injeção de mais recursos supera o que exige a lei federal, que é de 30%. "Estamos superando esta marca pensando em dar uma segurança a mais a nossos produtores e ao mesmo tempo beneficiando os alunos com produtos de qualidade e garantia de procedência", frisa o secretário. Entre os produtos que chegam às escolas da rede municipal e creches estão: cenoura, alface, tomate, beterraba, pão caseiro, geleias, biscoitos, entre outros. Os produtores recebem acompanhamento da Emater e os produtos são supervisionados pela equipe de nutrição da Secretaria de Educação.

 

MAIS NOTÍCIAS