Geral


Exclusivo: Restos mortais de Fábio Koff serão transferidos para Garibaldi

Filhos do ex-presidente do Grêmio dizem que este era o desejo do pai e pretendem enterrar as cinzas no jazigo da Família Koff
17/09/2019 Portal Adesso - Foto: Arquivo

     A informação com exclusividade foi divulgada por Jones Demari no Programa Esporte Clube UNO da Rádio UNO desta terça-feira (17).  De acordo com Jones, os filhos do ex-dirigente do Grêmio, Fábio André Koff, que faleceu em maio de 2018 aos 86 anos, pretendem em breve, trazer as cinzas  e enterrar no jazigo da Família Koff, no Cemitério Público Municipal de Garibaldi.

     Alexandre Koff que é dentista e Fábio Koff Júnior que é juiz de Direito, contaram que o pai multicampeão tinha este desejo e constantemente mencionava isso aos filhos. Ele queria ser sepultado ao lado do pai José André Koff.

     Em muitas oportunidades, Fábio lembrava de Garibaldi e as recordações que tinha da infância quando morou na casa do seu avô. Foi aqui em Garibaldi que o eterno presidente do Grêmio decidiu virar gremista: “Por birra dos meus primos que eram colorados”, disse ele em uma entrevista.  A Família Koff é tradicional em Garibaldi, eles possuíam loja de roupas e o casarão do avô André ficava localizado onde hoje é a galeria Koff Nenhme. Fábio era primo do advogado Jamil Koff e primo em segundo grau do ex-vice-prefeito de Garibadi Flávio Koff e do advogado Dr. Breno Koff. 

     Aliás, era em Garibaldi nos anos 30, que o menino Fábio escutava os jogos do time pelo rádio. Aos seis anos de idade ganhou a primeira camiseta do clube do avô André e daí por diante sua paixão pelo tricolor só aumentou. 

     O ex-presidente gremista, comandou o clube nos principais títulos como o mundial de 1983 e na conquista da Libertadores de 83 e 1995. Presidiu ainda o Clube dos 13 de 1996 a 2011. 

MAIS NOTÍCIAS