Polícia


Deputado federal é acusado de agredir trabalhadores durante protesto em Caxias do Sul

06/03/2014 Pioneiro.com

     Dois funcionários de uma metalúrgica de Caxias do Sul registraram uma ocorrência na 2ª Delegacia de Polícia de Pronto-atendimento, acusando o deputado federal Assis Melo (PCdoB) de agressão. O episódio, de acordo com o registro, aconteceu na manhã de 3 de março, durante uma manifestação do sindicato dos trabalhadores metalúrgicos. Os trabalhadores alegaram que além de serem agredidos pelo deputado, também foram atacados com socos por integrantes do sindicado. O deputado negou qualquer tipo de agressão.

     Conforme o boletim de ocorrência, as agressões teriam iniciado quando um dos funcionários começou a fazer fotos e filmagens do protesto. Os trabalhadores estariam sendo impedidos de entrar na metalúrgica pelos representantes do sindicato. Neste momento, Assis Melo teria agredido o homem. Um colega da suposta vítima teria interferido na ação e também teria sido agredido. Os dois trabalhadores fugiram após as agressões e passaram por atendimento médico, com lesões nas costas e nas pernas.

     Segundo Assis, garante não ter agredido nenhum funcionário. Na opinião do parlamentar, essa é mais uma tentativa de afastá-lo dos movimentos sociais. Os trabalhadores não representaram criminalmente contra o deputado. Eles têm prazo de seis meses para dar prosseguimento à investigação.

 

MAIS NOTÍCIAS