Geral


Governo"queima" R$ 200 milhões com novo aeroporto em Vila Oliva

Sem estradas, região da serra vê governo desperdiçar milhões em um aeroporto que só vai beneficiar Caxias do Sul
04/12/2019 Portal Adesso

     Em tempos de crise, onde  a serra gaúcha sofre com as péssimas condições de trafegabilidades das rodovias da região, lideranças de Caxias do Sul insistem na ideia de construir um novo aeroporto na cidade. O aeroporto que pouco será utilizado pelos moradores de Bento Gonçalves, Veranópolis, Garibaldi, Carlos Barbosa e outros municípios, está sendo programado para ser erguido no distrito de Vila Olíva, distante cerca de 40 quilômetros de Caxias, ou seja, a mais de 80 quilômetros das outras cidades, o que faz com que os usuários do transporte aéreo utilizem o aeroporto Salgado Filho em Porto Alegre, pela comodidade e também pela facilidade de circular pela rodovia que leva até a capital gaúcha. 

     A construção de um aeroporto é importante e trás desenvolvimento, mas este não é o momento do governo iniciar uma obra deste porte. Primeiro, deveria pensar nas rodovias, sendo que para chegar até Caxias do Sul, não existe pista dupla. Porém, os líderes de Caxias incluindo políticos e empresários,  não pensam na região e só estão preocupados com sua cidade. 

     Nesta quarta-feira (04), foi assinado em Brasília, o termo de compromisso que formaliza o repasse de recursos federais para a construção do Aeroporto Regional. O documento, assinado pelo prefeito Daniel Guerra (Republicanos) e pelo secretário nacional de Aviação Civil, Rônei Saggioro Glanzmann, prevê R$ 200 milhões para a obra. A previsão é que o edital de licitação  para a construção seja aberto no próximo ano. 

     Diversos prefeitos da serra estão descontentes com a obra e já sugeriram para que este projeto seja repensado, porém, o governo federal não se manifestou sobre o assunto e pelo que se percebe, irá auxiliar na construção.  

MAIS NOTÍCIAS