Saúde


Bento, Garibaldi e Carlos Barbosa infestadas pelo mosquito da dengue

O verão é considerado como a temporada de maior atenção, já que a proliferação do mosquito aumenta em virtude das temperaturas mais altas
13/01/2020 Portal Adesso - Foto: Divulgação/Agência Brasil

     A Secretaria de Saúde do Estado do Rio Grande do Sul divulgou um levantamento que identificava os municípios gaúchos com incidência do mosquito Aedes aegypti, responsável pela transmissão dos vírus da dengue, zika e chikungunya. Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa foram considerados municípios infestados por este mosquito, segundo o relatório.

     Esta situação é considerada como de alerta ou de alto risco de transmissão da dengue, chikungunya e zika. Para ser considerado como município em situação de alerta ou de alto risco mais de 1% dos imóveis vistoriados por agentes de endemias tem que apresentar larvas do inseto. No ano passado, mais de 1,3 mil casos dessas três doenças transmitidas pelo Aedes aegypti foram confirmados no Estado.

     O verão é considerado como a temporada de maior atenção, já que a proliferação do mosquito aumenta em virtude das temperaturas mais altas. O principal cuidado deve ser em relação a locais com água parada, que é onde o Aedes deposita seus ovos.

     A transmissão da dengue, zika e chikungunya ocorre pela picada do Aedes aegypti. O mosquito tem em média menos de 1 centímetro de tamanho, é escuro e com riscos brancos nas patas, na cabeça e no corpo. Para se reproduzir, ele precisa de locais com água parada, não necessariamente suja. Muitos desses locais são dentro de pátios e até dentro das residências. Por isso, o cuidado para evitar a sua proliferação busca eliminar esses possíveis criadouros, impedindo o nascimento do inseto. Entre as medidas, recomenda-se:

- Tampar caixas d'água, tonéis e latões,

- Guardar garrafas vazias viradas para baixo,

- Guardar pneus sob abrigos,

- Não acumular água nos pratos de vasos de plantas e enchê-los com areia,

- Manter desentupidos ralos, canos, calhas, toldos e marquises,

- Manter lixeiras fechadas e

- Manter piscinas tratadas o ano inteiro.


Os dados da pesquisa podem ser acessados no link: https://saude.rs.gov.br/upload/arquivos/202001/13083337-liraa-2019-ses-rs.xls

MAIS NOTÍCIAS