Polícia


BM afasta policiais envolvidos em tiroteio e morte de jovens em Bento

17/03/2014 Correio do Povo

     Dois policiais militares (PMs) foram afastados pela Corregedoria Geral da Brigada Militar (BM) por envolvimento em uma perseguição que resultou na morte de dois jovens em Bento Gonçalves, na madrugada deste domingo (16). Um adolescente de 16 anos e um rapaz de 20 anos foram baleados após tiroteio.

     Segundo a BM, um grupo de jovens que estava em uma Fiorino teria fugido de uma abordagem e os PMs iniciaram uma perseguição. De acordo com o relato de testemunhas, os jovens fugiram porque haviam ingerido bebida alcoólica. Os corpos dos dois rapazes mortos foram encontrados no baú da Fiorino, nenhum deles possuía antecedentes criminais. O motorista foi atingido por um tiro de raspão e atendido no Hospital Tacchini.

     No carro foi encontrado um revólver calibre 38, que teria sido utilizado por um dos ocupantes para disparar contra a viatura do 3º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas de Bento Gonçalves. A arma era registrada e não havia registro de furto. As armas utilizadas pelos PMs – duas pistolas calibre 40 e uma espingarda calibre 12 –  foram recolhidas para perícia.

    Os amigos Anderson Styburski, 16 anos, e Danúbio Cruz da Costa, 20, morreram com disparos na cabeça e em outras partes do corpo. Pela versão dos policiais, um dos rapazes da Fiorino atirou contra a viatura para conter a aproximação. A Fiorino, a viatura e as armas dos PMs também foram apreendidas para perícia. O carro da BM não tem marcas de tiros.

     A Corregedoria-geral da BM assumiu a investigação paralela para apurar as circunstâncias da perseguição. Os dois soldados foram afastados das funções. A BM e a Polícia Civil não divulgaram o nome dos policiais militares envolvidos na ocorrência.

 

MAIS NOTÍCIAS