Polícia


Após 35 dias de trégua, Bento Gonçalves volta a sofrer com homicídios

Na primeira semana de fevereiro de 2020 já foram registrados 4 homicídios, todas as vítimas eram jovens
10/02/2020 Portal Adesso - Foto: Divulgação

      Após 35 dias sem nenhuma ocorrência de homicídio, Bento Gonçalves volta a ser atormentada por esse tipo de crime. Após um ano de 2019 muito violento, onde foram registrados 45 assassinatos, a Capital do Vinho viveu uma época de trégua, porém, somente na primeira semana de fevereiro, quatro mortes foram registradas. 

     No último final de semana foram registradas três ocorrências e todos elas têm algo em comum: as vítimas eram jovens e morreram em circunstâncias semelhantes – alvejados por tiros de arma de fogo enquanto estavam em via pública. 

     Neste domingo (9) Ezequiel Barreto Ribeiro, 25 anos, foi atingido por diversos tiros, enquanto estava na frente de sua residência, na Rua João Poli no bairro Zatt. Segundo testemunhas, um indivíduo usando máscara se aproximou do local, por volta das 21 horas e efetuou os disparos. Ribeiro foi levado ao Hospital Tacchini de Bento, mas não resistiu.

     Na madrugada de sábado (8), também no bairro Zatt, o adolescente Mathias Augusto Rodrigues Cuenca, 16 anos, foi morto com tiros na cabeça. Segundo o titular da 2ª Delegacia de Polícia (2ª DP), delegado Álvaro Becker, Mathias tinha antecedentes de adolescente infrator por tráfico de drogas e roubo. Já na sexta-feira (7), Luiz Henrique Kovaleski, 17 anos, foi morto no bairro São Francisco, após uma briga generalizada. 

     A nova onda de homicídios iniciou no dia 2 de fevereiro, quando Everson Cunha Elias, de 23 anos, foi alvo de disparos. A polícia civil investiga uma possível relação entre os casos.


MAIS NOTÍCIAS