Geral


Mais três cidades italianas fazem Gemellaggio com Bento Gonçalves

Isera, Brentonico e Mori que ficam na província de Trento passam a integrar o tratado de "Cidades Irmãs"
20/02/2020 Portal Adesso - Fotos: Laura Kirchhof
Anterior Próximo

     Nesta quinta-feira (20), a administração municipal de Bento Gonçalves estreitou ainda mais os laços com os italianos através da assinatura do Gemellagio com as cidades de Mori, Isera e Brentonico, todas elas ficam na região do Trentino, na província de Trento. O documento foi assinado, no Salão Nobre da Prefeitura, pelo Prefeito Guilherme Pasin, vice-prefeito Aido José Bertuol, cônsul da Itália em Porto Alegre, Roberto Bortot, Presidente da Comunità dela Vallagarina, Stefano Bisofi e comitiva italiana. O grupo foi recepcionado com o hino de Bento Gonçalves e da Itália entoados por Beto Malheiros e Tobias Kemerich.

     Em 2007 os municípios de Nogaredo, Rovereto, Terragnolo, Trambileno e Villa Lagarina e o município de Bento Gonçalves deram início ao fortalecimento dos laços de conhecimento e colaboração entre os descendentes daqueles que a partir de 1800 deixaram a região do Trentino Alto Adige para serem acolhidas em terras brasileiras. "O desejo desta troca de experiências e conhecimento com a Itália começou ainda com o Prefeito Darcy Pozza, foi se consolidando e os laços fortalecidos. Hoje é um momento muito importante em que mais cidades são agregadas as cidades irmãs", destaca o representante do Gemellaggio, Cesar Prezzi.

     O acordo tem o objetivo de proporcionar a troca de informações, iniciativas de intercâmbio, ações para o desenvolvimento socioeconômico, na agricultura, turismo, saúde, educação e administração. "A adesão de Isera, Mori e Brentonico no Gemellaggio é um momento importante, pois consolida o trabalho de resgate da história iniciado em 1997, no encontro da família Giordani. Buscamos não só a troca de informação, mas que o passado se projete no futuro para ativar a colaboração e sinergia para atuação na cultura, economia, inovação, gastronomia e comércio", afirma o Presidente da Comunità Dalla Vallagarina, Stefano Bisofi.

     Representando as cidades que aderiram ao Gemellaggio, o Assessor do Meio Ambiente do Município de Mori, Roberto Calliari declarou estar "muito feliz de participar deste alargamento do acordo, em uma terra tão hospitaleira. Agradeço aqueles, que começaram toda está história. Obrigado por este acordo e vamos trabalhar para unificar ainda mais nossas comunidades".

     O Cônsul do Brasil, em Porto Alegre, Roberto Bortot ressaltou a importância do Rio Grande do Sul na história da Imigração. "A cidade está em um estado que tem uma história de coragem e vontade de independência. Uma terra de muito amor, que apaixona pela língua e pela trajetória. Um pedaço da história que teve a contribuição dos imigrantes, que auxiliaram no desenvolvimento e transformaram em uma terra empreendedora. Uma cidade que recebe grandes eventos, como a Wine South America".

     Na ocasião foram entregues flâmulas e lembranças dos Municípios. Representantes do Lions homenagearam o Presidente Bisofi e iniciaram as tratativas de irmanação entre os clubes. O vice-presidente do Círcolo Trentino, Sandro Giordani, homenageou o Stefano e o representante da Città Del Vino, Carlo Rossi. Além de entregar o documento denominado Pacto Patrimonial RS+5, uma proposta para os 150 anos da imigração em 2025. Um trabalho que será desenvolvido nos próximos anos com foco no patrimônio do imigrante italiano e Museu do Imigrante.

     Integram a comitiva Vice-presidente e Vereadora Enrica Zandonai; Vice-prefeito de Isera Franco Nicolodi, Vice-prefeito Terragnolo, Daniele Stedile; Vereadora Isera, Antonella Marzadro; Vereador de Rovereto, Viliam Angeli; Vereador de Rovereto Ruggero Pozzer; Vereador Terragnolo Fausto Peterlini; Vereador Trambileno Fabrizio Gerola; Assessor da Infraestrutura urbana e obras, ambiente, agricultura e promoção do Território do Município de Nogaredo Lina Salvadori; Assessor de Infraestrutura Urbana e obras, patrimônio e cultura do Município de Roveretto Maurizio Tomazzoni; Presidente da Associação Trentini Nel Mondo Armando Maistri e Franca Bellorio.

   A comitiva permanece no Município até domingo (23). Nas agendas visitas técnicas no IFRS, Embrapa, Reunião com representantes do Círculo Trentino, e visitas aos roteiros turísticos. 

O que é Gemellaggio

É um acordo selado entre cidades de nações diferentes,  que facilita o acesso a informações, troca de experiências, elaboração de projetos e cooperação econômica e cultural. Em português significa “Cidades-Irmãs”.

Quais os objetivos do Gemellaggio

Entre os principais objetivos estão a realização de intercâmbios de informação sobre o estado atual e sobre o desenvolvimento sócio-econômico das comunidades envolvidas, em particular no âmbito agrícola, ambiental, turístico, sanitário, escolar e administrativo; o estudo das possibilidades de formação de profissionais, trabalhadores, professores e jovens no âmbito lingüístico, histórico e cultural e para a formação de administradores para gestão de território. 

Quais os benefícios do Gemellaggio

O tratado traz benefício mútuo, servindo como ferramenta para o desenvolvimento de Cambuí e de suas cidades-irmãs.



MAIS NOTÍCIAS