Coronavírus


Exclusivo: Fonte revela surto de coronavírus nos frigoríficos de Garibaldi

Morte de funcionário expos grave cenário nas indústrias avícolas do município. Dezenas de pessoas podem estar contaminadas
24/04/2020 Portal Adesso

      O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus em Garibaldi pode passar de uma centena nos próximos dias. Fontes revelaram a nossa equipe que pelo menos três empresas possuem funcionários contaminados e a situação pode estar fora de controle. A fonte que atua na área da saúde pediu que seu nome não fosse revelado para evitar possíveis represálias. 

      Um homem de 43 anos funcionário de um destes frigoríficos que morreu nesta sexta-feira (24), atuava em um setor com dezenas de trabalhadores e teve contado próximo com diversos colegas. Em outro frigorífico, já foram confirmados pelo menos outros cinco casos suspeitos, e em uma terceira indústria, um caso confirmado. 

      O problema se agrava para fora de Garibaldi, pois muitos colaboradores que atuam aqui, residem em outras cidades. 

      Embora a Secretaria Municipal de Saúde não confirme, nem se manifeste sobre o possível surto, nesta semana, ampliou o local em que recebe pacientes com sintomas do COVID -19, agora, o atendimento está sendo realizado no auditório do PAM – Posto de Atendimento Médico municipal.

      Devido à gravidade dos fatos, a Prefeitura Municipal de Garibaldi encaminhou projeto à Câmara de Vereadores solicitando a contratação emergencial de mais 04 fiscais para atuar na verificação do cumprimento das medidas de prevenção da doença na cidade. 

Frigorífico interditado

     Ainda nesta sexta-feira (24), a Gerência Regional do Trabalho e Emprego de Passo Fundo, na região norte do Estado, interditou o frigorífico da JBS daquele município. Pelo menos 19 casos de coronavírus foram confirmados entre os funcionários da unidade e dois parentes de colaboradores morreram por causa da doença. A preocupação do órgão é que a JBS em Passo Fundo também emprega moradores da região, o que pode contribuir ainda mais para a disseminação da doença.

MAIS NOTÍCIAS